Apucarana

Promotoria pede rampa na Vila Apucaraninha

Da Redação ·
Os moradores da Vila Apucaraninha, na zona sudoeste de Apucarana, estão perto de encontrar uma solução para os problemas decorrentes da linha férrea
fonte: Delair Garcia - Tribuna do Norte - Diário do Paraná
Os moradores da Vila Apucaraninha, na zona sudoeste de Apucarana, estão perto de encontrar uma solução para os problemas decorrentes da linha férrea

Os moradores da Vila Apucaraninha, na zona sudoeste de Apucarana, estão perto de encontrar uma solução para os problemas decorrentes da linha férrea, que divide o bairro em dois. Uma determinação do Ministério Público, anunciada na sexta-feira, em reunião entre representantes da associação de moradores, América Latina Logística (ALL) e Prefeitura, exige a construção de uma rampa para pedestres como saída para o impasse. As obras, inicialmente estimadas em R$ 100 mil, deverão ter o custeio dividido entre o município e a ALL. 

continua após publicidade


Uma ação civil pública, impetrada pelos próprios moradores, já estava tramitando na 1ª Vara Cível da Comarca pedindo o fim dos riscos enfrentados por quem precisa transpor a ferrovia. Como o local é área de manobras, os trens passam longo tempo parados, impedindo a passagem de quem precisa seguir a pé para a região do centro. Com as negociações, a ação deve ser suspensa temporariamente.

continua após publicidade


A rampa sugerida pela comunidade, segundo o promotor Eduardo Cabrini, deverá margear a linha férrea até a ponte existente na Rua José Francisco Ferreira. “Definimos que a Prefeitura deverá fazer o projeto para apresentar à ALL, para análise. Já houve certa receptividade, por ser uma opção mais simples”, comenta. Um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) deve ser firmado entre os envolvidos no dia 21 de junho.

Leia a matéria completa na edição desta terça-feira da Tribuna do Norte - Diário do Paraná