Apucarana

Corpos são achados na periferia de Apucarana

Da Redação ·

Populares se depararam com uma cena macabra na manhã desta terça-feira (17) na região da Mata do Schimidt (área Nordeste de Apucarana) e avisaram a polícia.

continua após publicidade

No local estavam os corpos de dois jovens com sinais de enforcamento. "Um deles estava pendurado em uma árvore com corda no pescoço e outro caído no chão, mas também com corda no pescoço. Realizamos levantamento na área e a principal hipótese é de que ocorreu um homicídio seguido de suicídio", disse o superintendente da 17ª Subdivisão Policial (SDP) de Apucarana, investigador Roberto Francisco dos Santos.

continua após publicidade

Os corpos de Bruno da Costa de Lima, de 20 anos, e Aparecido Jovino da Silva, 40  foram levados ao Instituto Médico Legal (IML) para exame de necropsia.

continua após publicidade

 Segundo o delegado Valdir Abrahão, os dois mantiveram um relacionamento por seis anos, rompido no final de 2010. "Há indícios que o Aparecido vinha premeditando o crime. Ele havia pedido uma arma para um cunhado. Ao lado do corpo do Bruno haviam duas fotos deles juntos com mensagens de amor", externou.

O delegado trata o inquérito como concluído. "Os corpos não apresentavam qualquer vestígio de espancamento e luta corporal. O Bruno tinha segmento de corda no pescoço, caído lateralmente. Junto do cadáver tinham duas fotos. Vinte metros dali estava o corpo do Aparecido suspenso por fio, o que leva a crer que ele consumou o prometido, matou o Bruno e cometeu suicídio", completou.