Apucarana

Polícia prende assaltante na região especializado em saidinha de banco

Da Redação ·
 Roubo acaba com ladrão preso e espancado
fonte: Luiz Demétrio
Roubo acaba com ladrão preso e espancado

A Polícia Civil deteve ontem (27), em Londrina, Bruno Ortega, o "Bruninho", de 19 anos, que teve a prisão preventiva decretada na Comarca de Apucarana em razão de tentativa de latrocínio (roubo seguido de morte) registrada em 16 de maiso deste ano, no centro da cidade. O fato aconteceu durante um crime conhecido popularmente como "saidinha de banco". Ele foi retirado de circulação por investigadores da 10ª SDP, após pedido de prisão preventiva solicitada pelo delegado chefe da 17ª Subdivisão Policial (SDP), Valdir Aabrahão da Silva e deferido pela Vara Criminal local. "No dia 16 de maio dois assaltantes renderam um rapaz nas proximidades  de uma agência bancária para roubar R$ 5 mil. Houve reação do apucaranense e ele entrou em luta corporal com um dos ladrões, que acabou preso, mas o Bruninho atirou contra a vítima, o disparo falhou e ele conseguiu fugir na oportunidade", lembrou Abrahão.

continua após publicidade

Conforme o delegado, Bruninho faz parte de uma quadrilha especializada nos roubos chamados de "saidinhas de banco" radicada em Londrina, mas que agia em várias cidades da região. Ele vai ser recambiado hoje para o Centro de Carceragem Temporária (Cecat) de Apucarana, popularmente chamado de minipresídio. "Apesar da pouca idade, o Bruninho já é experiente no mundo do crime", acrescentou Valdiar Abrahão.

continua após publicidade

Tentativa de latrocínio - Em 16 de maio, um apucaranaense foi rendido por dois bandidos armados quando saía de agência bancária no centro de Apucarana. Ele foi ao  banco sacar dinheiro para realizar pagamentos de uma empresa de confecções, mas acabou rendido pela dupla armada, ocupava motocicleta Honda Titan preta placa AMS-7747, de Londrina. Um dos ladrões se apossou de malote com R$ 5.098 em dinheiro.

continua após publicidade

Mas a vítima reagiu e conseguiu tirar o capacete de um dos assaltante, mas naquele momento o comparsa do ladrão atirou em sua direção. A bala picotou e Bruninho abandonou a moto que pilotava e fugiu, mas o bandido que lutava com o apucaranense acabou contido por populares. Em seguida o criminoso foi agredido por várias pessoas. A polícia recuperou todo o dinheiro roubado .

Émerson Pereira da Silva , o "Né", de 25 anos, preso em Apucarana no dia 16 de maio, havia deixado a Penitenciária Estadual de Londrina (PEL) há dois meses, onde cumpria pena por roubo. "Estou com corpo doído, apanhei muito do pessoal", disse o assaltante quando ainda era enquadrado penalmente no cartório da PM.