Apucarana

Acusada de homicídio é colocada em liberdade

Da Redação ·
Juvenal da Silva teria atraído para o interior de sua residência uma menina quatro anos de idade e abusado sexualmente dela
fonte: Delair Garcia - Tribuna do Norte - Diário do Paraná
Juvenal da Silva teria atraído para o interior de sua residência uma menina quatro anos de idade e abusado sexualmente dela

Amanda Lisboa Coutinho, 21 anos, que confessou a autoria de um homicídio ocorrido na último dia 6, foi colocada em liberdade no final da tarde de ontem. O pedido de liberdade provisória partiu do advogado Aloísio Ferreira.

continua após publicidade

Ela teria matado Juvenal da Silva, de 56 anos, suspeito de ter abusado de sua filha de apenas quatro anos com uma facada certeira no coração. O crime aconteceu na Rua Zulmira, no distrito da Vila Reis (regão Sul do município). Juvenal era vizinho da casa da família da criança e a mãe não esperou a chegada da polícia. Ela se armou com uma faca e assassinou o suspeito de pedofilia.

continua após publicidade

Alguns detalhes técnicos apurados no local do crime fizeram a polícia redirecionar as investigações. A hipótese de que uma outra pessoa teria matado Juvenal e Amanda assumido a autoria do assassinato não está descartada, conforme fontes da Polícia Civil.