Apucarana

Pacto quer reduzir mortes no trânsito

Da Redação ·

O Brasil aceitou o desafio proposto pela Organização Mundial de Saúde (OMS) para reduzir pela metade, até 2020, o número de vítimas de acidentes de trânsito. Para enfrentar o problema e atrair o apoio de estados e municípios, os ministérios da Saúde e das Cidades lançaram ontem o Pacto Nacional pela Redução dos Acidentes de Trânsito – Pacto pela Vida. Em setembro, o governo anunciará um pacote de medidas para tentar atingir a meta. Em Apucarana, o número de acidentes também preocupa as autoridades.

continua após publicidade

Segundo levantamento do Batalhão de Trânsito da Polícia Militar, de janeiro a abril foram registrados 405 acidentes na área urbana. Os dados, entretanto não contabilizam ocorrências registradas na Avenida Minas Gerais e contornos. Nove mortes já foram registradas, um aumento de 50% em relação ao mesmo período do ano passado, quando 6 perderam a vida. Além dos óbitos, o número de feridos chama atenção. A cada dia, 1,9 pessoa ficou ferida no trânsito local.

Segundo o cabo Valdecir da Silva, do Batalhão de Trânsito, a postura dos motoristas envolvidos é a principal causa de acidentes. “Se as pessoas adotassem a direção defensiva, seguramente 30% a 40% dessas ocorrências seriam evitadas”, defende.