Apucarana

Mãe encontra filha depois de 40 anos

Da Redação ·
 Maria Casturina de Jesus Oliveira encontrou a mãe, Tereza Oliveira, no último sábado
fonte: Sérgio Rodrigo
Maria Casturina de Jesus Oliveira encontrou a mãe, Tereza Oliveira, no último sábado

O Dia das Mães foi ainda mais emocionante para uma apucaranense. Ela viveu quarenta anos sem saber o que é um abraço, um beijo e o carinho de mãe. 

continua após publicidade


Mas tudo isso é passado, porque no sábado a diarista Maria Casturina de Jesus Oliveira, 45 anos, reencontrou a mulher que lhe deu a vida. O objetivo da sua procura, que lhe angustiou por quatro décadas, Tereza de Oliveira, 65 anos, a sua mãe desaparecida chegou de surpresa em sua casa, no jardim Eldorado, e ainda lhe apresentou quatro irmãos.


Para esta mãe, moradora em Curitiba, estes anos também foram de sofrimento por não ter consigo a filha mais velha, que lhe foi tirada aos cinco anos de idade, em Faxinal, onde se separou do marido.

continua após publicidade


“Ele me tomou a menina e desapareceu. Eu fiquei na região depois me mudei para Curitiba. Lá conheci outro homem e tivemos quatro filhos”, relata Tereza Oliveira. Porém ela nunca deixou de sonhar com reencontro a filha. (Leia reportagem completa na edição de terça-feira da Tribuna do Norte)