Apucarana

Fogos de artifício exigem cuidados no Réveillon

Da Redação ·
Procura por fogos de artifício está embalada pela proximidade de 2011
fonte: André Veronez
Procura por fogos de artifício está embalada pela proximidade de 2011

Os estrondos e o colorido dos fogos de artifício vão marcar a chegada de 2012 para muitos moradores de Apucarana. Considerada a época de maior procura pelos produtos, a semana que antecede o Réveillon já registra alta de mais de 80% na venda dos fogos no município em relação aos meses anteriores.

continua após publicidade


O agricultor Ângelo Michelão é um dos que já fez do show pirotécnico de final de ano tradição onde vive. Ele e a comunidade investem todos os anos em uma forma especial de saudar o ano que chega, no distrito de Caixa de São Pedro. “Soltamos fogos na virada há 23 anos. Neste ano, vamos estourar em torno de doze baterias, aproximadamente quatro minutos de fogos”, comenta.


A vendedora Ivani Gabriel também relata que, para ela, a madrugada de Ano Novo é sinônimo de cores no céu. “Tem que ter fogos de artifício porque é um momento que merece ser festejado, comemorado”, define.

continua após publicidade


Mas, embora a soltura de fogos seja alegria para quem assiste, as pessoas que vão manusear os materiais precisam tomar cuidados básicos antes de acendê-los. De acordo com a sócia da loja ABC Fogos, Roseli Rodrigues Gomes, é fundamental seguir as orientações especificadas para cada tipo de produto. Do contrário, o que é bonito para os olhos, pode se tornar um perigo para as mãos.


“Quem vai acender os fogos também não deve ter ingerido bebida alcoólica antes, já que 90% dos acidentes que acontecem neste tipo de situação ocorrem por imprudência”, alerta.


No momento da queima, os fogos não devem estar próximos a crianças e animais. Também é ideal que haja espaço suficiente para a soltura. “As pessoas não podem se esquecer de procurar uma loja especializada, para que o Ano Novo seja realmente perfeito, sem problemas”, sustenta.


Além disso, conferir o certificado de garantia dos fogos, dispará-los apenas ao ar livre e não tentar acender artefatos que falharam são regras úteis para evitar transtornos que podem terminar com a festa de amigos e familiares.