Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Apucarana

Câmara defende eleição de mais vereadoras em Apucarana

.

Sessão ordinária da Câmara de Apucarana
Sessão ordinária da Câmara de Apucarana

O Dia Internacional da Mulher, comemorado no último domingo, foi um dos assuntos discutidos na sessão ordinária da Câmara de Apucarana desta segunda-feira (9). A pouca participação da mulher nesta Legislatura, que só tem uma vereadora, foi lamentada pelos vereadores.

O vereador Lucas Leugi (sem partido) foi quem iniciou a discussão, lembrando que Apucarana já teve um número maior de vereadoras em determinada época, as quais fizeram um trabalho valioso. Hoje, no entanto, só conta com a vereadora Márcia Sousa (PSD).

De acordo com Leugi, os dez vereadores homens desta Legislatura têm buscado a valorização da mulher em seus projetos e requerimentos. Além disso, todos têm suas esposas e na maioria também filhas. Neste aspecto, todos sabem da importância de valorizar a mulher e seu trabalho.

No entanto, conforme assinala, é necessária uma maior participação das mulheres na política, sobretudo na política partidária, candidatando-se a um cargo eletivo nas eleições deste ano. “Faço um apelo às mulheres para que participem da política, vamos erguer o poder das mulheres”, disse. Na sua opinião, havendo mais mulheres candidatas a vereadoras, aumentam as opções para os eleitores e as chances de eleição de mais vereadoras.

O vereador José Airton Deco de Araújo (PL) também defendeu uma maior participação das mulheres na política. Ele, inclusive, disponibilizou seu partido para receber filiações de mulheres dispostas a concorrer a um cargo eletivo no pleito deste ano, especialmente para Câmara de vereadores.

A vereadora Márcia Sousa se solidarizou com as palavras de Lucas Leugi, salientando que a mulher, quando começa alguma coisa, vai até o fim. “Olhando o quadro de vereadores de Apucarana ao longo dos anos, vemos que tivemos pouquíssimas vereadoras, mas que fizeram um grande trabalho”, afirmou.

Na sessão, inclusive, foi aprovado em primeira discussão projeto de lei do vereador Lucas Leugi que obriga os estabelecimentos comerciais e congêneres a divulgarem a Central de Atendimento à Mulher-Disque 180. Isto poderá ser feito com pequeno cartaz pregado na parede em local visível.

Pelo projeto, este cartaz pode ser pregado em hotéis, motéis, pousadas, bares, lanchonetes, restaurantes, casas de shows, teatros, terminais de transporte coletivo, salões de beleza, academias e outros pontos.

O vereador justifica que a violência contra a mulher é um problema grave no Brasil. Segundo ele, apesar do grande número de ligações, o alcance do Ligue 180 ainda está muito aquém dos números reais de violência contra a mulher.

Ainda ontem foram aprovados mais quatro projetos de lei dos vereadores, quatro do Executivo e um projeto de decreto Legislativo. Dois do Executivo entraram de última hora, em regime de urgência. Ambos fazem alteração de nível dos cargos de agente de saneamento, técnico em vigilância sanitária, agente fiscal e analista programador.

 

 

 

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas de Apucarana

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber