Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Apucarana

Apucaranense suspeito de assassinar a bailarina Magó é preso; assista

.

Policiais civis de Apucarana, Maringá e Marialva realizaram na manhã desta sexta-feira (28) uma operação em Apucarana para prender o principal suspeito de ter assassinado a bailarina Maria Glória Poltronieri Borges, que foi morta e estuprada em uma cachoeira. 

O suspeito foi preso em uma casa, na Avenida Curitiba, na Barra Funda. O  homem de 40 era morador do Núcleo João Paulo, e, apesar da polícia não ter confirmado a identidade do suspeito, a reportagem apurou que trata-se de Fábio Campana, conhecido como 'Frajola'.

Segundo a polícia, o homem foi submetido a exames que foram comparados com o material recolhido no corpo da vítima. O resultado foi positivo. Ele teria confessado o crime.

O setor de homicídios de Apucarana prestou apoio aos policiais de Maringá e Marialva. O homem já tem passagens pela polícia. 

O suspeito foi levado para a delegacia de Maringá, ainda nesta sexta. Os delegados responsáveis pela investigação vão falar sobre o caso. 

Veja o momento da prisão: 


Morte 

Maria Glória Poltronieri Borges foi encontrada morta no dia 26 de janeiro, em uma tarde de domingo, próximo a uma cachoeira de Mandaguari. Magó, como era chamada por familiares e amigos, foi ao local no sábado, 25, para acampar. A família que encontrou o corpo da jovem, que além de ser bailarina era também professora de capoeira. 



O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas de Apucarana

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber