Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Apucarana

Voluntárias entregam Polvos do Amor para a UTI Neonatal do Hospital da Providência Materno Infantil

.

Pensando no benefício dos bebês internados na UTI Neonatal do Hospital da Providência Materno Infantil, dois grupos de voluntárias realizaram doação de Polvos do Amor, polvinhos de crochê que auxiliam no tratamento, acalmando os pacientes internados.

A Sociedade do Socorro, grupo de mulheres da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias doaram 113 polvos. Para realizar a ação, elas se reuniram uma vez por semana durante três meses para completar as mais de 100 unidades. “Algumas irmãs nunca tinham pegado em uma agulha de crochê, mas aprenderam para colaborar nesse projeto e foi uma grande benção e continuaremos ajudando”, diz a voluntária Elisabeth Ferraz.

Outro grupo que realizou a bela ação foi a Rede de Mulheres Solidárias, que tem contribuído com doação de polvos desde 2017 e a última confecção foi realizada por meio de projeto com o Mini Presídio Feminino de Apucarana. “Uma voluntária da Rede de Mulheres Solidárias ensinou as detentas a fazerem o Polvo do Amor e isso as sensibilizou por contribuir com as crianças e suas famílias que estão passando por um momento difícil. É um projeto que as coloca em uma percepção do quanto ainda podem contribuir na sociedade”, explica Denise Canezin, secretária da Secretaria da Mulher e Assuntos da Família.

Cada paciente internado recebe dois polvinhos, pois enquanto um é utilizado, o outro é lavado e esterilizado e no momento da alta médica do pequeno, os pais levam para casa os Polvos do Amor utilizados pelo bebê.

De acordo com a enfermeira coordenadora da UTI Neonatal, Francismara Regina de Lima, ao segurarem os tentáculos do polvinho que se assemelham ao cordão umbilical, os bebês lembram do útero materno, ficam mais calmos e não puxam a sonda ou o tubo, diminuindo o índice de extubação e de retirada de sonda acidental, com isso também há a diminuição do risco de infecção, pois não é necessário a realização do procedimento invasivo de recolocação desses dispositivos. “Fomos agraciados por contar com a Secretaria da Mulher e a Sociedade do Socorro que se doaram para oferecer um pouquinho de amor ao próximo e ficamos muito felizes com isso”, afirma Francismara.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas de Apucarana

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber