Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Apucarana

Padre Egídio de Vidi recebe homenagem do 10º BPM em Apucarana; assista a live 

.

Padre Egídio junto do major Vilson e major Facio (Sérgio Rodrigo)
Padre Egídio junto do major Vilson e major Facio (Sérgio Rodrigo)

O 10º Batalhão da Polícia Militar de Apucarana realizou na tarde de ontem (16) uma homenagem ao padre Egídio de Vidi, de Apucarana, pelos serviços prestados como capelão, ministro religioso autorizado a prestar assistência e a realizar cultos em comunidades, durante 42 anos, aos policiais e bombeiros militares. 

Com 95 anos completos em dezembro de 2019, o religioso recebeu em sua casa uma medalha com os símbolos do 10ª BPM e da Polícia Militar por ter sido capelão durante anos. A entrega do objeto foi feita pelos major Vilson da Silva, pelo major Marcos José Facio e pela soldado Genilda Baldini. 

O padre ficou visivelmente emocionado com a homenagem e conversou durante alguns minutos com os militares, que relembraram fatos vividos ao lado do padre. “Estou feliz por terem vindo aqui prestar essa homenagem”, disse. 

Para major Vilson, o padre Egídio é uma figura ímpar e sempre prestou apoio aos militares nesses 42 anos. “Ele ia até nós para dar bênçãos e rezar missas. O carinho por ele é imenso, temos muito carinho e respeito pelo padre. Ele esteve presente em muitos momentos bons e ruins com a gente, fazendo orações para os policiais e suas famílias. O padre entendia o nosso trabalho como capelão”, completa. 

Trajetória
Em seus 60 anos de vida sacerdotal, padre Egídio passou pelas cidades de Macapá (AP), Assis (SP) e Apucarana. Em sua vida religiosa, antes de chegar na Cidade Alta, atuou como professor de Música, Matemática e Desenho em instituições religiosas, resultado de sua formação acadêmica anterior ao sacerdócio ainda na Itália, onde cursou três anos de Engenharia Eletrônica.

O religioso não esconde sua paixão pela música, que vem também desde o início da adolescência. Especialista em Coral, Orquestra de Cordas (violino, violoncelo e viola) e Órgão. Depois que assumiu a Paróquia Cristo Profeta não exerceu mais nenhuma função dedicada à Música para dedicar-se à evangelização. De Vidi iniciou sua vida religiosa no seminário Pontifício Instituto das Missões Exteriores (PIME), inspirado pelos padres missionários.

Assista a live



 

 

 

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas de Apucarana

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber