Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Apucarana

Consórcio finaliza plano da Metrópole Paraná Norte

.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O Governo do Paraná recebeu nesta sexta-feira (22) o Plano da Metrópole Paraná Norte. O documento, com mais de 200 páginas, contêm ações e diretrizes para atração de investimentos e desenvolvimento da região ao longo dos próximos 15 anos e foi entregue pelo consórcio responsável ao secretário de Estado do Planejamento e Projetos Estruturantes do Paraná, Valdemar Bernardo Jorge, durante conferência regional realizada no auditório do Senac de Apucarana. 

Além do prefeito de Apucarana, Júnior da Femac, e outros prefeitos da região, a solenidade contou com a presença da deputada Federal Luisa Canziani e do ex-prefeito de Apucarana e atual Secretário de Estado da Saúde, Dr. Beto Preto, que é um dos entusiastas da iniciativa.  

Financiado pelo Banco Mundial, o plano técnico é fruto de 19 meses de ampla pesquisa e diagnóstico da região. Fundamentado em quatro eixos de estudos: Socioterritorial, Meio Ambiente, Infraestrutura, Economia e Institucional, o estudo contou com consultoria das empresas Cobrape e Urbtec e aponta caminhos para a construção de cenários e visão de futuro para o desenvolvimento integrado da Metrópole Paraná Norte, que compreende 15 municípios: Apucarana, Arapongas, Cambé, Cambira, Ibiporã, Jandaia do Sul, Jataizinho, Londrina, Mandaguaçu, Mandaguari, Marialva, Maringá, Paiçandu, Rolândia e Sarandi.

“Este documento foi construído a várias mãos, ouvindo as diferentes opiniões e tenho a certeza de que se chegou a um resultado que esta região tanto merece. Mas o trabalho esta só no começo, pois mais importante do que planejar é executar. Todo prefeito quer o melhor para o seu município e temos à frente um grande desafio, que é a integração de objetivos e ações, pois se não houver união, não se chegará longe”, salientou Valdemar Bernardo Jorge, secretário de Estado do Planejamento e Projetos Estruturantes do Paraná.  

O representante do governador salientou que a meta é promover desenvolvimento regional de forma distribuída e equânime. “Todo este eixo da Metrópole Paraná Norte que liga Mandaguaçu a Jataizinho, passando por Maringá, Apucarana e Londrina, desenvolveu-se ao redor da ferrovia e o plano aponta o Metrô Pé Vermelho (VLT) como uma possibilidade, um diferencial no que tange a locomoção”, exemplificou o secretário de estado, salientando que o plano pensou a região em todas as suas áreas: econômica, social, infraestrutura, saúde, educação, meio ambiente, entre outras. “Vamos criar agora um grupo gestor, que terá todo apoio do Governo Ratinho Júnior, pois estamos falando de uma região com alto dinamismo econômico e populacional, com vasto potencial de integração e evolução”, disse Valdemar Bernardo Jorge.

Representando os prefeitos dos 15 municípios integrantes do plano de desenvolvimento regional integrado, o prefeito de Apucarana, Júnior da Femac, recebeu o primeiro exemplar. “O que recebemos hoje é um importante manual que vai auxiliar o poder público, a iniciativa privada, as universidades, entidades diversas e sociedade civil como um todo, a construir esta região para os próximos 20 anos, ou seja, nos auxiliará no que fazer a curto, médio e longo prazo para que a região continue avançando”, observou Júnior.

Destacando a atuação do ex-prefeito Beto Preto quando do início dos trabalhos de elaboração e parabenizando o Governo do Paraná pela contratação do plano, Júnior da Femac também ressaltou a importância da continuidade dos trabalhos. “Com planejamento as portas vão se abrindo e agora, com o diagnóstico em mãos, é preciso que haja sinergia entre as cidades-membros para colocarmos em prática as ações”, assinalou Júnior, esclarecendo que no que tange o poder público, haverá intervenções em que cada prefeitura vai atuar de forma independente, de acordo com necessidades internas, e muitas outras oportunidades em que esforços conjuntos serão imprescindíveis. “Por isto é fundamental que haja essa integração entre as cidades para que possamos avançar sempre, atendendo como metrópole às necessidades da população”, afirmou Júnior da Femac. Na sua visão, a Metrópole Paraná Norte congrega “o assentamento humano mais bem sucedido do planeta”. “Além do aspecto natural, com solo, água e climas excepcionais, para cá convergiram pessoas com o ideal de constituir família e de trabalhar”, concluiu.
Com quase 2 milhões de habitantes, os 15 municípios da Metrópole Paraná Norte concentram 15% da população e quase 14% do PIB do Paraná. Para a construção do plano foram 19 meses de trabalho, 20 reuniões técnicas, 21 oficinas participativas e 4 audiências públicas que reuniram mais de 700 pessoas - representantes da sociedade civil organizada e dos poderes públicos federais, estaduais e municipais. O Plano de Ação e todos os relatórios elaborados sobre a região estão disponíveis no site: www.metropoleprnorte.com.br.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Apucarana

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber