Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Apucarana

Apucarana inicia venda de jazigos do “Morada da Paz”

.

A Autarquia dos Serviços Funerários de Apucarana (Aserfa) inicia nesta quinta-feira (21/10) a comercialização antecipada de jazigos do Cemitério Municipal Morada da Paz, que está sendo estruturado em área de dois alqueires adquirida pela prefeitura na Gleba Nova Ukrânia, junto ao Cemitério Ucraniano. Detalhes do projeto da nova necrópole e o lançamento oficial do plano de vendas dos primeiros espaços aconteceram nesta quarta-feira (20/11), no salão nobre da Prefeitura de Apucarana, em ato comandado pelo prefeito Júnior da Femac.

O primeiro lote engloba a venda de 750 jazigos da “Quadra Cedro”, sendo 500 espaços de duas gavetas, com valor de R$3 mil cada, e 250 espaços com quatro gavetas, ao valor de R$6 mil cada. O pagamento à vista dará direito a 10% de desconto e, independente da opção de gavetas, o comprador poderá optar pelo parcelamento em até 12 vezes.

Os preços foram fixados após ampla pesquisa realizada pela equipe técnica da Aserfa. “Estabelecemos uma média dos valores praticados e podemos afirmar que chegamos a valores abaixo dos que estão sendo cobrados atualmente em nossa região”, informou o prefeito Júnior da Femac. Além do terreno, a venda já inclui a estrutura do jazigo (gavetas). “O projeto é padrão. Posteriormente, a pessoa poderá efetivar melhorias com a colocação de mármore ou outro tipo de acabamento, mas não poderá modificar a estrutura, ou seja, promover aumentos. Caso necessite de mais espaços, deverá adquirir novas gavetas”, esclarece o prefeito.

Segundo projeção, as obras devem ter início dentro dos próximos oito meses, que é o tempo estimado para a conclusão da licitação que visará a contratação de empresa especializada, com prazo de entrega para 24 meses. O investimento, nesta primeira etapa, deve ser de aproximadamente R$3 milhões.

Os recursos arrecadados com a venda antecipada dos jazigos serão revertidos na estruturação do novo cemitério municipal. Além dos 750 espaços, a primeira etapa consiste na construção dos blocos administrativo e de serviços, salas de velório, além do espaço de estacionamento. “Um orgulho muito grande chegar a este momento, de lançamento oficial do “Morada da Paz”. Um grande trabalho da gestão Beto Preto, feito a muitas mãos, que vai atender às necessidades de Apucarana pelos próximos 30, 40 anos”, anunciou o prefeito Júnior da Femac.

A capacidade final do novo cemitério é para quase 8 mil sepultamentos. “Todos sabem que há anos as vagas nos cemitérios municipais Cristo Rei e da Saudade estão chegando ao limite. Até por isto Apucarana precisa dispor com urgência desta nova área que, na sua primeira etapa, atenderá a demanda por cerca de 20 anos”, afirma o prefeito. A estruturação do novo cemitério, lembra, é tema que vem sendo trabalhado com muita seriedade pela gestão Beto Preto. “Gradativamente estamos avançando para consolidá-lo. Trata-se de um belíssimo projeto, com conceitos modernos, paisagismo e muita harmonia do ambiente com a natureza do entorno do futuro cemitério”, avalia Júnior, salientando que o nome “Morada da Paz” foi sugerido pelo ex-prefeito Beto Preto. “Remetendo ao clima e ambiente ecumênico que queremos para este local”, diz.

O diretor presidente da Autarquia dos Serviços Funerários de Apucarana (Aserfa), Marcos Bueno, ressalta que a comercialização está sendo possível devido a conquista do licenciamento de instalação junto ao Instituto Ambiental do Paraná (IAP). “Com a captação de recursos poderemos iniciar à estruturação desta primeira etapa”, explica Bueno. Ele informa que o “Morada da Paz” também vai ter cota para atender aos enterros sociais, que abrange famílias carentes e indigentes. “Contudo, isso em uma segunda etapa, por enquanto continuaremos atendendo a estes casos junto ao Cemitério Municipal Cristo Rei e ao cemitério particular, onde o município dispõe de espaços para este fim”, relata o diretor-presidente da Aserfa.

O projeto do Cemitério Municipal Morada da Paz tem como responsável técnica a arquiteta Bianca Nunes, de Londrina. O projeto contempla um portal de entrada, blocos administrativos e de serviços, capela e ossário, espaço para estacionamento para motocicletas, bicicletas, carros de passeio, microônibus e vans, plataformas elevadas e passeios com acessibilidade.
A capela mortuária terá de início dois salões para velórios, com disponibilização de carrinhos motorizados para cortejos. O cemitério irá dispor também de uma capela para orações. Uma faixa de grama circundará todo o espaço, que tem 48 mil metros quadrados. “Localizado na Gleba Nova Ukrânia, o novo cemitério terá dois acessos asfaltados. Um via estrada velha para Rio Bom (Estrada Sebastião Piassa) e outro pela Estrada Rural Professor André Berezoski, próximo à Vila Rural Nova Ukrânia”, comunica o prefeito Júnior da Femac, destacando que o acesso da estrada velha para Rio Bom contará com via paisagística planejada.

Aserfa concentrará vendas da nova necrópole municipal

As vendas dos jazigos acontecem na sede da Autarquia dos Serviços Funerários de Apucarana (Aserfa), localizada na Rua Gastão Vidigal, 777, próximo ao terminal urbano de passageiros. Não será permitida, em hipótese alguma, a compra para revenda futura. “Não haverá circulação de dinheiro, será tudo feito com pagamento via boleto DAM – Documento de Arrecadação Municipal”, destaca o prefeito Júnior da Femac.

Os interessados devem comparecer munidos de documentos pessoais, comprovante de renda e endereço. O telefone para contato é o 3422-1053.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Apucarana

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber