Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Apucarana

Apucarana retoma abertura de novos postos de trabalho

.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Entre agosto e setembro, Apucarana abriu 306 novos postos de trabalho, registrando um salto no número de contratações. O saldo positivo é apontado pelos dados do Caged – Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, do Ministério do Trabalho. Nos últimos dois meses, Apucarana registrou 2.287 admissões contra 1.981 desligamentos, resultando na variação positiva.

O prefeito de Apucarana Junior da Femac comemora a retomada do crescimento na abertura de postos de trabalho, após o período difícil vivido na metade do ano, especialmente por dificuldades encontradas pelo setor de confecções. “Em todo o ano, de janeiro a setembro, comparando-se as admissões e os desligamentos, o saldo positivo de Apucarana é de 142. Já fazendo um recorte nos últimos dois meses, o saldo positivo é de 306, o que demonstra uma forte retomada e nos apresenta um quadro ainda mais otimista para este final de ano”, ressalta Junior da Femac.

O setor que mais contribuiu para a retomada do crescimento nestes últimos dois meses foi a indústria de transformação, com 142 novos postos de trabalho, seguida pela construção civil com 87 e o setor de comércio e serviços com 64.

O prefeito de Apucarana acredita que os números deverão crescer ainda mais até o final do ano e para o início de 2020. “Somente no setor do comércio duas novas lojas estão se instalando em Apucarana, abrindo 50 novos postos de trabalho. Inclusive, a inauguração de uma delas está agendada para esta semana”, frisa Junior da Femac.

Além disso, o prefeito projeta que ainda neste final de ano, com os atrativos de Natal, as contratações temporárias no comércio deverão continuar. Para 2020, o cenário também é de otimismo. “Para o início do ano que vem, mais três empresas iniciarão as atividades, uma no setor do comércio e outras duas no agronegócio. Juntas, elas responderão pela abertura de mais 60 postos de trabalho”, assinala Junior da Femac.

“É Apucarana mostrando sua força de recuperação. Graças a uma administração pública que trabalha com planejamento, com economia e com transparência. Temos intensificado o diálogo entre a gestão pública e o setor produtivo. Nossos empresários e empresárias têm batalhado e estamos conseguindo atrair novos investimentos. Só neste ano foram mais de 170 milhões em novas indústrias, agroindústrias e empreendimentos comerciais. E não podemos esquecer da nossa construção civil que hoje é uma das mais fortes do Paraná”, comenta o prefeito Junior da Femac.

O secretário municipal de Indústria, Comércio e Emprego, Edison Estrope, avaliou a evolução dos números nos últimos dois meses. “O saldo positivo de 306 postos de trabalho foi impulsionado pela indústria de transformação, especialmente pelas empresas na área de calçados de segurança que acompanharam a retomada da economia neste segmento. O setor de serviços e comércio também contribuiu, por conta do aquecimento das contratações nesta época natalina, além da construção civil que manteve o desempenho positivo”, pontua Estrope.

Incentivo às micros e pequenas empresas nas licitações

A prefeitura também vem estimulando a economia por meio de outras iniciativas. Uma dela é o Programa Compras Apucarana. “Estamos apostando na Lei Municipal 101/2019 e na capacitação dos fornecedores para impulsionar a participação de empresas locais em licitações públicas”, informa o prefeito Junior da Femac.

Ele reitera que a Prefeitura de Apucarana compra por ano em materiais e serviços cerca de R$ 250 milhões. “Apesar destas oportunidades de negócios, apenas 20% deste total é vendido ou fornecido por empresas apucaranenses. Assim, o dinheiro vai para outras cidades e regiões”, lamenta Junior.   

A nova legislação criada recentemente prevê incentivos para a participação nas licitações das micro e pequenas empresas sediadas em Apucarana. “Queremos que as empresas de Apucarana e região participem das nossas licitações, saibam como fazer e vençam os processos para que esse dinheiro fique na cidade, gerando mais empregos”, justifica o prefeito.

Acesso simplificado ao selo SIM

Outra medida adotada a partir de julho deste ano foi a Lei Nº 097/2019, que permitiu alterações nas exigências visando a liberação do selo do Serviço de Inspeção Municipal (SIM). O objetivo foi garantir mais agilidade no processo para permitir a comercialização de produtos, subprodutos e linhas de abate de bovinos, suínos, caprinos, aves e peixes.

“Estamos atuando com firmeza para contribuir com a abertura de novos postos de trabalho por meio dos empreendimentos alimentícios e da agricultura familiar”, argumenta Junior da Femac. Ele avalia que, diante de um cenário de crise econômica no País, estas são medidas que podem estimular mais trabalho e renda para os pequenos e micro-empreendedores. 

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Apucarana

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber