Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Apucarana

Sema registrou 125 denúncias de descarte irregular de lixo, em Apucarana

.

De janeiro a outubro deste ano, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Sema) recebeu 125 denúncias, uma média de três por semana. Foto: Tribuna do Norte/Sérgio Rodrigo
De janeiro a outubro deste ano, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Sema) recebeu 125 denúncias, uma média de três por semana. Foto: Tribuna do Norte/Sérgio Rodrigo

O descarte irregular de lixo é um crime praticado com frequência em Apucarana. De janeiro a outubro deste ano, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Sema) recebeu 125 denúncias, uma média de três por semana. No comparativo com o mesmo período do ano passado houve queda de 10.7%, ante a 140 denúncias.

Chama a atenção que 75% do lixo descartado no município este ano tem origem industrial e 25%  origem doméstica. De acordo com o secretário de Meio Ambiente Sérgio Bobig, a maior parte dos resíduos é proveniente da indústria têxtil. Na maioria dos casos, a autoria do crime ambiental não é identificada. “A maioria dos resíduos são silk screen de facções da cidade. Mas é difícil identificar de onde é exatamente e a prefeitura acaba tendo que gastar para destinar os resíduos ao aterro industrial”, afirma.

Além dos trabalhos de conscientização ambiental desenvolvidos em escolas, a prefeitura também tenta obrigar as empresas a destinarem corretamente o lixo produzido por elas. “Durante a renovação do alvará estamos requisitando que a empresa comprove com documentação para onde o lixo está sendo destinado”, assinala.

Se caso for constatada alguma irregularidade, a Sema pode aplicar multa que varia de R$ 70 a R$ 7 mil. “Muitos empresários não dão a destinação correta aos resíduos porque isso envolve custos. Porém, destinar o lixo ao aterro industrial sai mais barato do que ser multado”, alerta.

Outro crime ambiental recorrente é o descarte de lixo doméstico, sobretudo em terrenos baldios e fundos de vale. O crime ocorre mesmo com 100% de cobertura da coleta de lixo na cidade. “Temos coleta de lixo na cidade toda. Não entendo como a pessoa se dá o trabalho de sair de casa e gastar combustível para jogar o lixo numa estrada rural, se poderia simplesmente colocar na frente da casa para o lixeiro recolher”, analisa.

Além de lixo doméstico e industrial, em algumas localidades é possível encontrar até móveis abandonados. O secretário informa que a prefeitura faz a coleta e dá a destinação correta aos móveis. “Se tem sofá, guarda roupa, qualquer móvel, coloca na frente de casa e liga para prefeitura e a gente vai e recolhe. É só entrar em contato e informar o endereço”, informa. 

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Apucarana

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber