Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Apucarana

Movimento deve aumentar até 35% nas rodoviárias da região

.

Foto: Tribuna do Norte/Maicon Sales
Foto: Tribuna do Norte/Maicon Sales

O número de passageiros nas rodoviárias da região deve aumentar até 35%, neste feriado prolongado da Proclamação da República. Em Apucarana, o gerente administrativo da rodoviária Dino Maioli Garcia sentiu um crescimento nos embarques e desembarques já na manhã de ontem. Ele acredita que a movimentação deve ser maior na manhã de sexta-feira (15). “Muita gente prefere viajar de ônibus, pois os veículos são confortáveis e oferecem ar condicionado, internet e também por causa do preço alto do combustível. Mesmo quem tem carro ainda prefere viajar de ônibus para economizar”, acredita.

Maioli acredita que a rodoviária terá um grande volume de pessoas da região chegando no domingo (17) por conta da 1ª Parada LGBT do Vale do Ivaí que será realizada no município. “Além dos passageiros que estão retornando também terá um grande movimento da região influenciado pelo evento”, afirma.

Em Arapongas, o gerente administrativo da rodoviária Luiz Eduardo Bida, aposta em um crescimento de 35% no movimento de embarques e desembarques. Contudo, ele comenta que esse ano deve ser mais tranquilo em relação ao mesmo período do ano passado por causa da redução de linhas. “Nós perdemos linhas que embarcam em Apucarana. Hoje temos seis empresas que operam na rodoviária”, comenta.

Em Ivaiporã, a expetativa é aumento de 30% no volume de pessoas. Segundo o responsável pela rodoviária José Maria Carneiro, as empresas de transporte já pediram ônibus especiais para atender a demanda. De acordo com ele, a maior parte das passagens vendidas tem como destino Curitiba e São Paulo. “Hoje (quinta-feira) pela manhã deu bastante movimento. Acredito que vai aumentar ainda mais no feriado”, diz.

Rodovias

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a previsão das concessionárias das rodovias é de que o fluxo de veículos dobre em horários de pico. E para garantir a segurança nas pistas, a PRF iniciou a Operação Proclamação da República que segue até domingo (17), terá como prioridades o combate à embriaguez ao volante, a fiscalização de ultrapassagens proibidas, correta utilização das cadeirinhas, cinto de segurança, além do uso dos celulares.

“O objetivo dessa operação é reduzir os acidentes e consequentemente preservar a vida. É preciso conscientizar os condutores sobre a necessidade de dirigir de forma responsável”, afirma o inspetor Pedro Farias, da PRF.

No mesmo feriado de 2018, quando a operação teve cinco dias de duração – um a mais do que a deste ano –, quinze pessoas morreram em acidentes nas rodovias federais do Paraná. Outras 116 pessoas ficaram feridas. 

“Noventa por cento dos acidentes ocorrem por falha humana. Então é importante que o motorista respeite o limite de velocidade estabelecido, não ultrapasse em local proibido, tenha a documentação em dia e de forma geral tenha muita cautela”, orienta.

A PRF alerta que a noite desta quinta-feira (14) e manhã de sexta-feira deve ter grande movimento na saída para o feriado. O retorno deve ter um fluxo maior de veículos durante a tarde e a noite de domingo.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Apucarana

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber