Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Apucarana

Câmara conclui licitação para implantação de energia solar

.

Reunião do processo licitatório da energia solar
Reunião do processo licitatório da energia solar


 
A empresa Bravo Engenharia Ltda., de Apucarana, foi a vencedora do processo licitatório para instalação do sistema de energia solar na Câmara Municipal de Apucarana. O certame foi realizado na tarde desta terça-feira (12). Inicialmente seis empresas protocolaram, no horário exigido em edital, a documentação e apenas três foram habilitadas para participar de todo o processo que foi conduzido pela Comissão de Licitação do Legislativo presidida por Ivan Lúcio Garcia e tendo como membros Rafael Bellan e Allison Pellizer. O processo teve acompanhamento jurídico do procurador Fábio Yuji Yoshida Hayashida.
Por apresentar o menor preço, R$ 110 mil, a empresa Bravo, que foi a vencedora da licitação, irá assinar o contrato com a Câmara, após o prazo de recurso que consta do edital. Com o contrato assinado, a empresa tem um prazo de 30 dias para iniciar os trabalhos de implantação dos painéis.
Energia limpa e renovável que pode ser revertida em economia aos cofres públicos. Essa é uma das prioridades do presidente Luciano Molina (Rede) ao apresentar a proposta aos vereadores que, hoje, após o processo licitatório, começará a ser implantada definitivamente na Casa de Leis. “Acompanhei todo o processo licitatório na tarde desta terça-feira e agradeço a todas as empresas que participaram. Fizemos a transmissão pelo nosso canal do YouTube, tivemos o acompanhamento do Observatório Social de Apucarana e agradeço o empenho da Comissão de Licitação e do Jurídico pela condução dos trabalhos”, disse Molina. “Agora vamos aguardar o início do processo de instalação das placas”, acrescenta.
Molina diz que ficou muito satisfeito com a participação das empresas e interesse de todos e, principalmente com o apoio que recebeu dos vereadores e vereadora para poder dar andamento ao processo. “Isso faz parte de um plano de sustentabilidade que estamos adotando dentro do Legislativo, da melhoria da qualidade de vida e, principalmente, do cuidado com o meio ambiente e com a economia aos cofres públicos. Seremos a primeira Câmara no Paraná a ter 100% de energia solar. Cascavel tem apenas 50%. Inovamos com a energia solar. Uma economia financeira a médio e longo prazo para a Câmara de Apucarana”, disse o presidente Molina.

O presidente da Comissão de Licitação, Ivan Lúcio Garcia, detalhou que três empresas não puderam participar da concorrência por falta de documentos exigidos em edital para habilitação. “Apenas três foram até o final do processo: Bravo Engenharia Ltda., de Apucarana, que venceu a licitação com o valor de R$ 110 mil, Bono Fotovoltaico de Londrina que apresentou uma proposta no valor de R$ 113.900,00 e a Comercial Ivaiporã que apresentou a proposta de R$ 115.061,85, valor do edital”, relatou.
Ivan reforçou que o processo já teve início e o engenheiro elétrico Nilton Fornaciari Júnior foi o responsável pelo planejamento e irá fazer o acompanhamento da fase de execução. “Ele também nos acompanhou durante todo o processo licitatório”, observa.

Luís Claudio Livote, da empresa vencedora da licitação, disse que o Legislativo deu um exemplo e uma contribuição maravilhosa de melhoria ao meio ambiente. “É uma satisfação muito grande prestar esse serviço para Câmara de Apucarana pelo fato de sermos uma empresa apucaranense, isso é um incentivo para que outras empresas participem de processos licitatórios do município, pois a verba fica na cidade”, afirmou.
Segundo o empresário, em 30 ou 45 dias no máximo a Câmara estará usufruindo de uma energia limpa e preservando o meio ambiente.

“Parabenizo o presidente Molina que tomou uma iniciativa acertada preservando o meio ambiente para futuras gerações. Que outras cidades tomem iniciativas como estas”, finalizou.

 

 

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Apucarana

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber