Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Apucarana

Economia Solidária capacita turma no Residencial Interlagos

.

Pela primeira vez, o Programa de Economia Solidária e Protagonismo Feminino, da secretaria da Mulher e Assuntos da Família (Semaf), formou uma turma de residentes do mesmo bairro, com o objetivo específico de capacitá-los para um empreendimento conjunto. Os 27 moradores do Residencial Interlagos que receberam o certificado de conclusão nesta terça-feira (8/10) vão promover em breve o “Luau Interlagos”, feira gastronômica noturna às sextas-feiras.

Outra novidade dos concluintes é o fato de que todos também receberam capacitação em segurança e higiene alimentar, curso de seis horas a cargo do técnico em vigilância sanitária Mário Augusto Vieira dos Santos. “Como eles vão trabalhar com comida, as práticas de higiene ensinadas no curso evitam possíveis contaminações. Com isso, o consumidor pode ter mais segurança quanto ao que está ingerindo”, afirmou Mário.

A superintendente da Semaf Bete Berton explicou a semana de cursos dos moradores. “A capacitação em economia solidária foi dada de segunda à sexta, entre 16 e 20 de setembro, num total de 20 horas. Depois, nos dias 1 e 2 de outubro, a turma teve o curso com o técnico da vigilância sanitária. Foram sete dias e 26 horas de capacitação, no total. ” Bete acrescentou que o grupo foi escolhido pela professora da UTFPR Márcia Alves para ser “hospedado” no hotel tecnológico – uma espécie de incubadora de empresas com a finalidade de apoiar o crescimento dos empreendimentos, no ano que vem.

Virtual Segundo o secretário da Associação dos Moradores de Interlagos Adan Lenharo, a ideia do empreendimento conjunto surgiu do grupo de whatsapp dos residentes do bairro. “Resolvemos transpor o que era apenas virtual para o real, por meio desta feira, que terá cerca de 30 barracas reunindo gastronomia, diversão e artesanato.” De acordo com ele, a primeira etapa do projeto está cumprida. “Agora falta definir e preparar o local”, disse.

Na cerimônia de entrega dos certificados, o técnico Mário salientou o comprometimento da Prefeitura de Apucarana. “Sou funcionário público há 20 anos e nesse tempo é a primeira vez que vejo uma administração que quer fazer a coisa certa e estimular o crescimento da cidade.” Ele trabalhou de modo voluntário, fora do horário de trabalho, a exemplo do que fazem muitos profissionais que se envolvem com a economia solidária. “Ele também é solidário”, destacou Bete.

A superintendente da Semaf lembrou aos formandos que aqueles que tivessem uma microempresa poderiam obter crédito do governo do Estado. “É muito recente, talvez vocês ainda não saibam, mas foi inaugurado o Banco da Mulher Paranaense, que oferece dinheiro a juros muito mais baixos do que aqueles praticados no mercado.”

Serviço Os empreendimentos econômico-solidários abrangem atualmente as áreas de gastronomia, confecção, design gráfico, plantas ornamentais e medicinais, meliponicultura, bordados à mão e à máquina, artesanato com fibras naturais, manualidades (tricô, crochê, costura doméstica, pintura em tecido, em tela e em madeira), desenho artístico manual, marcenaria, produção de hortifrutis orgânicos. Os princípios norteadores da economia solidária são autogestão, cooperação, solidariedade, sustentabilidade e viabilidade econômica.

Os interessados em participar da próxima capacitação devem preencher ficha no Espaço Mulher, situado à Rua Oswaldo Cruz, 432.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Soprap

Edhucca

Últimas de Apucarana

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber