Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Apucarana

Uma paixão que já dura mais de 30 anos: o Autocross

.

Foto: Maicon Sales
Foto: Maicon Sales

Uma paixão que surgiu na década de 80. Foram três títulos, onze vice-campeonatos e com mais de 300 vitórias. E ainda hoje, o autocross, continua presente na vida do ex-piloto e mecânico apucaranense Délcio Bertasso, que agora saiu de trás do volante para preparar os carros que participam de grandes corridas.

Um carro de autocross demora no mínimo quarenta dias para ficar pronto. Para montar um do zero, custa em média, mais de R$100 mil. Algumas peças são preparadas só para os carros de competição, outras ainda vêm do antigo fusca. O mecânico passa o dia e também parte da noite, na montagem deles, e pensa em cada detalhe.

“Item por item, tudo na mão. Tudo passa por mim. Eu sozinho. Todo dia, toda noite. Mas eu criei uma experiência como piloto e sou mecânico desde quando tinha 13 anos de idade, então o resultado é bom. Hoje tenho uma equipe com dois pilotos, um da Bahia e outro de Brasília. E eles usam meus carros. Vamos disputar a última etapa do campeonato brasileiro de autocross em novembro, em Cuiabá. Eu fico orgulho de ter um piloto andando na linha de frente com o meu carro. Preparar ele para ser campeão. Eu fico orgulhoso de mais”, comenta Bertasso.

Um carro de autocross é preparado para ser rápido na largada e, em questão de segundos, pode chegar a 160 km por hora.  Atualmente, o mecânico monta dois carros, presta assistência para outro e existem pilotos que aguardam uma vaga para entrar na equipe do apucaranense. “Tem dois pilotos do Mato Grosso que estão esperando por uma vaga, que querem que eu monte o carro deles. Eu já tive cinco carros na equipe, mas olhei no espelho, vi que meu cabelo começou a ficar branco e então parei. Hoje tenho três carros, com dois pilotos, tô muito cansando já. Mas sou apaixonado pelo autocross, então quero continuar assim, com poucos, mas sempre tentando prepará-los da melhor forma”, conta.

Bertasso já fez história em Apucarana, em 1982 começou como piloto de autocross e participou de corridas importantes nacionalmente. Foi em 2010 que resolveu deixar as pistas e montou a própria equipe. “Eu tive uma bonita história dentro do autocross. Faz parte da minha vida. Eu abandonei as pistas, mas continuo presente nelas com os meus carros. Em toda competição, eu como mecânico, tenho que ir. E eu vou e é emocionante e gratificante,”  ressalta .

O mecânico está animado, pois Apucarana vai voltar a ser palco do esporte de velocidade na terra. No dia 27 de outubro, acontece na cidade o Campeonato Paranaense de Kartcross. As provas vão acontecer em uma pista que está sendo construído no novo Autódromo de Velocidade na Terra de Apucarana, na região do Contorno Sul.

“É muito bom ver Apucarana sediando um evento desses. Faço parte da Associação Apucaranense de Kartcross, Apukarte, e em breve também queremos trazer a categoria do Autocroos de volta para Apucarana. O cross faz parte da história da cidade e da minha vida”, finaliza Bertasso.

Confira o vídeo:


O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Soprap

Edhucca

Últimas de Apucarana

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber