Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Apucarana

Polícia Civil intensifica investigações sobre desaparecimento de jovem apucaranense; assista entrevista com delegado

.

O delegado da 17ª Subdivisão Policial de Apucarana Dr. Marcus Felipe da Rocha Rodrigues falou nesta quarta-feira (02), sobre as investigações a respeito do desaparecimento da jovem Maria Helena Carvalho, de 28 anos. Ela está desaparecida desde o dia 11 de setembro, quando fez contato com a família pela última vez. O marido dela, Thomas Oliveira de Melo é o principal suspeito pelo desaparecimento. Melo já é foragido por tentativa de feminicídio no Estado de Santa Catarina. 

De acordo com o delegado, as investigações estão sendo intensificadas, em conjunto com a polícia civil de Santa Catarina, porém, até o momento, não há informações do paradeiro de Maria Helena nem do marido, que continua foragido.

“Nossa linha de investigação é ainda de desaparecimento, mas não descartamos a hipótese de homicídio”, afirma o delegado de Apucarana.

O Instituto de Criminalística esteve no apartamento do casal para realizar perícia, mas nenhuma evidência de crime foi encontrada no local. A polícia civil aguarda os laudos oficiais da criminalística.

Confira na íntegra a entrevista do delegado Dr. Marcus Felipe da Rocha Rodrigues sobre o caso:




Entenda o caso

A Polícia Civil de Apucarana está em busca de uma mulher de 28 anos, que está desaparecida. A família de Maria Helena Carvalho registrou boletim de ocorrência no dia 18 de setembro relatando que ela foi vista pela última vez em 11 de setembro. A polícia também está a procura do marido dela, Thomas Oliveira de Melo que já é foragido por tentativa de feminicídio no Estado de Santa Catarina.
"É um caso de desaparecimento atípico que levanta muitas suspeitas por parte da polícia", comenta o delegado da 17ª Subdivisão Policial (SDP), Marcus Felipe da Rocha Rodrigues.

De acordo com ele, as investigações apontam que no último dia em que foi vista, Maria estava com filho pequeno de 8 anos, de um primeiro relacionamento, e a filha de 3 anos fruto do relacionamento com Thomas.  

"Temos informações que na manhã seguinte ela já não estava mais em casa. O filho de 8 anos teria comentado com o pai, que mora em Arapongas, que a mãe estaria fazendo um curso em Maringá", comentou o delegado.
Contudo, os familiares receberam mensagens de texto do celular de Maria informando que ela iria viajar para Santa Catarina, acompanhada pelo marido e pela filha de três anos. Não houve mais contato depois do último domingo (15) e a polícia não tem certeza se foi Maria que escreveu as mensagens de texto. A equipe da 17ª SDP entrou em contato com a Polícia Civil de SC para ajudar a localizar o casal e a criança, e tomou conhecimento de que Thomas é foragido daquele Estado.
"Passamos os dados de Thomas e descobrimos que já havia um mandado de prisão contra ele expedido por Santa Catarina, relativo a uma tentativa de feminicídio ocorrida em 2014", afirma o delegado.
A filha do casal foi localizada na quinta-feira (19), na casa da avó paterna no município de Santo Amaro, no entanto, nem Thomas e nem Maria Helena foram encontrados no local. Segundo o delegado, o carro do suspeito foi abandonado no município de Santa Cecília (SC).
"A investigação está se aprofundando. Contamos com apoio Polícia Civil de Santa Catarina e estamos tomando todas as diligências, ouvindo familiares e coletando gravações de câmeras do sistema de monitoramento

Quem tiver informações sobre a jovem, entre em contato com a Polícia Civil pelo disque denúncia 181 ou pelo telefone fixo da delegacia (43) 3420-6700.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Soprap

Edhucca

Últimas de Apucarana

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber