Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Apucarana

Fabricantes retiram 130 mil lâmpadas da Cocap

.

Foto: Maicon Sales
Foto: Maicon Sales

Cumprindo decisão judicial, a Associação Brasileira de Importadores de Produtos de Iluminação (Abilumi) e a Associação Brasileira da Indústria de Iluminação (Abilux) iniciaram nesta semana a retirada de cerca de 130 mil lâmpadas, que estavam armazenadas no barracão da Cooperativa dos Catadores de Apucarana (Cocap). 

A Abilumi e a Abilux representam os fabricantes das lâmpadas de vapor de mercúrio, consideradas nocivas à saúde e que necessitam de um processo especial de descontaminação. O material está sendo levado para a Mega Reciclagem, empresa localizada em Curitiba e especializada neste tipo de serviço. A estimativa é que todo o material seja retirado do barracão da Cocap até o final desta semana.  

O prefeito de Apucarana, Junior da Femac, lembra que o material estava armazenado há cerca de 10 anos no barracão da Cocap. “Hoje é um dia em que nos sentimos um pouco mais aliviados, pois finalmente chegou a solução para esse passivo ambiental e que gera riscos à saúde. A solução poderia ter sido mais rápida, mas infelizmente as fabricantes conseguiram atrasar o cumprimento da logística reversa graças a vários recursos impetrados  na Justiça”, contextualiza Junior da Femac.

O prefeito lembra que a Prefeitura intensificou a busca por uma solução a partir de 2014, quando o Município passou a ser, junto como Ministério Público, parte interessada desta ação. Por outro lado, Junior da Femac demonstra preocupação com a continuidade do cumprimento da logística reversa e cobra das fabricantes medidas efetivas. “O que está acontecendo agora é a solução para este passivo, mas sabemos que diariamente mais lâmpadas são descartadas e precisamos saber como será feita a destinação”, reitera.

O secretário municipal de Meio Ambiente, Sérgio Bobig, afirma que nesta quarta-feira estará em Curitiba para tratar deste assunto. “Estaremos reunidos com o R-20, que reúne representantes de municípios e consórcios intermunicipais para a gestão associada da política nacional de resíduos sólidos. Uma das propostas sugeridas é que a Abilumi e a Abilux criem um roteiro de coleta em todos os municípios, para dar continuidade ao cumprimento da logística reversa”, assinala Bobig.
Atualmente, conforme Bobig, as duas associações mantêm apenas um ponto de coleta localizado no Supermercado Condor. “É um display com capacidade para apenas 50 lâmpadas, o que é muito pouco”, afirma Bobig, sugerindo um aumento na capacidade ou a criação de mais pontos de coleta na cidade. 

Antônio Nogueira, interventor administrativo da Cocap, afirma que a medida de recolhimento representa alívio para a população e, especialmente, para os trabalhadores da associação. “Parecia que esse pesadelo nunca ia acabar. A retirada significa mais tranqüilidade para os cooperados, pois a gente não sabia exatamente quais eram os riscos a que eles estavam sendo submetidos”, afirma Nogueira. 

Além da questão de saúde, a grande quantidade de material também restringia a ocupação do espaço. “Agora, vamos conseguir liberar uma área de cerca de 200 metros quadrados, o que será muito importante para o desenvolvimento das atividades da Copap”, observa Nogueira. 

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Apucarana

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber