Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Apucarana

Fórum estadual de mulheres se reúne em Apucarana

.

As secretárias municipais de políticas públicas para as mulheres de Londrina, Maringá, Mangueirinha e Guarapuava estiveram em Apucarana nesta quinta-feira (26/9), em reunião com a secretária da Mulher e Assuntos da Família, Denise Canesin. Ao lado das gestoras de outros seis municípios do Estado (Curitiba, Fazenda Rio Grande, Campina Grande do Sul, Pitanga e Toledo), elas juntaram há um ano as suas competências e experiências, e formaram o Fórum de Gestoras Municipais de Políticas para as Mulheres do Paraná.

Somente estes dez municípios, entre as 399 do Estado, têm organismos executivos de políticas públicas para mulheres. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), apenas 19,9% das cidades brasileiras dispõem de representação executiva – embora o Brasil seja o quinto país com maior número de feminicídios no mundo. O índice cai para 12,8% se o critério for o de secretarias exclusivas para a proteção à mulher, como é o caso de Apucarana e dos demais integrantes do Fórum. O IBGE revela ainda que apenas 20 municípios paranaenses têm delegacias da Mulher, o que representa 5% das cidades.

As gestoras planejam ações articuladas para a campanha “16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência Contra as Mulheres” – prevista para o período de 20/11 a 10/12 -, a fim de atrair mais visibilidade. Um dos temas a ser tratado na campanha deste ano será a masculinidade tóxica. Elas também agendaram um encontro estadual, em Londrina, nos dias 7 e 8 de novembro, no qual participarão 26 municípios que mantêm centros de referência de atendimento à mulher (CRAMs) e casas abrigo. O encontro será uma capacitação para as equipes de trabalho.

União “Nosso papel é gerir políticas públicas e buscar recursos”, disse a coordenadora do Fórum, Priscila Schran de Lima, secretária de Políticas Públicas para Mulheres de Guarapuava. “Atuamos para o fortalecimento das políticas estadual e nacional de defesa dos direitos da mulher. Juntas, conseguimos fazer uma base forte para que possamos conquistar avanços nas instâncias maiores.”

Participaram da reunião as secretárias da Mulher de Londrina, Nádia Oliveira de Moura, de Maringá, Claudia Palomares, de Mangueirinha, Rosane Maria PicoloDorimi, e de Guarapuava.

História As gestoras municipais, o vice-prefeito de Mangueirinha, Leandro Dorimi, e a coordenadora do Escritório Regional da secretaria Estadual da Justiça, Família e Trabalho, Juliana Eliza, foram recebidos pelo prefeito Júnior da Femac. Ele destacou a importância da mulher na economia de Apucarana. “Os sindicatos laboral e patronal de confecção de Apucarana são presididos por mulheres, prova do protagonismo feminino em nossa cidade, que produz 25% de todas as roupas feitas no Estado”, disse. E profetizou: “Vocês são candidatas a entrar para a história como o grupo que colocou a mulher em destaque nas políticas públicas do Paraná.”

A secretária Denise Canesin, vice-coordenadora do Fórum, levou o grupo para conhecer o Centro de Oficinas da Mulher, o Espaço Empreender, da Economia Solidária e Protagonismo Feminino, e o Centro de Atendimento à Mulher (CAM). “Nossa reunião foi uma troca de experiências muito produtiva. Articulamos cronogramas e ações de combate à violência doméstica e à violação dos direitos das mulheres, questões focais do grupo.”

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Apucarana

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber