Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Apucarana

Manejo da arborização urbana será terceirizado em Apucarana

.

A Secretaria de Meio Ambiente de Apucarana (Sema) vai contratar uma empresa especializada em arborização urbana. O termo de referência que visa abertura de processo licitatório está sendo finalizado e deve chegar à mesa do prefeito Júnior da Femac ainda nesta semana. O documento prevê que a contratada realize 4 mil podas técnicas e 500 abates de árvores, cujos laudos de diagnóstico de sanidade biológica e risco de queda estejam concluídos pelos técnicos da Sema.

Uma vez aprovado pelo prefeito, o termo seguirá para a Superintendência de Compras e Licitação da Secretaria de Gestão Pública para orçamento, confecção e publicação do edital de concorrência pública. A expectativa é de que todo o processo, até a contratação dos serviços, dure cerca de 90 dias. “A gestão Beto Preto tem muito respeito pelo meio ambiente e através dos trabalhos de uma empresa especializada, temos a certeza de que a arborização de Apucarana vai avançar muito”, diz Júnior da Femac.

Ele assinala que a cidade enfrenta muitos problemas no setor, sobretudo pela existência de árvores inapropriadas para o meio urbano. “Uma situação que não é só de Apucarana, mas de praticamente todas as cidades brasileiras. Árvores de grande porte, plantadas em uma época onde não se projetava os problemas que geram no meio urbano e que hoje colocam em risco residências, comércios, trânsito, condutores e pedestres e, em muitos casos, causam ainda danos ao patrimônio com raízes rompendo calçadas, galerias pluviais e galhos danificando a rede de energia”, relata o prefeito.

O planejamento da prefeitura prevê que as árvores doentes ou inadequadas abatidas sejam substituídas por espécies apropriadas ao meio urbano. “Arborização faz parte do acervo das cidades e é missão da prefeitura zelar pelo manejo correto, com a realização sistemática de podas, substituição quando necessário e plantio de novas áreas”, argumenta Júnior.

A estrutura operacional existente na prefeitura, afirma o secretário da Sema, Sérgio Bobig, não consegue dar conta da demanda crescente de serviços. “Só em processos já concluídos, temos cerca de 300 pedidos de corte já aprovados, com laudo confirmando problemas de sanidade biológica ou risco de queda. Nosso protocolo tem hoje outros cerca de 600 pedidos solicitando a poda técnica e, mensalmente, ingressam em média 150 novos pedidos de poda ou corte”, revela Bobig.

O contrato não prevê tempo mínimo ou máximo para execução e a remuneração será feita por serviço realizado, mediante medição técnica por parte da equipe da Sema.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Apucarana

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber