Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Apucarana

Paraná registra falta de vacinas; região adota sistema de agendamento

.

Ilustração
Ilustração

A vacina BCG, que previne a tuberculose e deve ser aplicada em recém-nascidos, está em falta no Paraná. A informação foi confirmada pelo secretário de Estado da Saúde, Carlos Alberto Gebrim Preto,Beto Preto. 

Segundo o secretário, o Ministério da Saúde encontrou dificuldades para realizar as entregas. "É uma vacina importantíssima para bebês, é aquela que deixa a marca no braço, que previne contra tuberculose e meningite tuberculosa. Há dois anos, o programa Nacional de Humanização, tem encontrado dificuldades em fornecer vacinas BCG para todo país. Hoje percebemos a vontade do Ministério em acertar isso. Estamos recebendo as doses com regularidade, porém em menor quantidade. Nos últimos meses a fabricação é de um laboratório indiano, que fabrica a vacina com 20 doses. Uma vez aberto, tem seis horas para ser utilizado, se não a vacina é perdida. Estamos articulando com o municípios para resolver esse problema," detalha Beto Preto. 

A 16ª Regional de Saúde de Apucarana informou que na unidade existem apenas dois frascos, ou seja, 20 doses em estoque. "Essas doses estão no estoque de urgência. Nós já distribuímos as doses para os municípios que estão vacinando através de agendamento, por causa da validade das doses. Até o momento não deixamos de vacinar nenhuma criança. As vezes uma mãe vai até uma unidade de saúde, e não consegue vacinar naquele momento, por isso o agendamento. Pois se abrir a vacina para aplicar em uma só criança, é perigoso perder o restante das doses. Por isso estamos orientando que a vacina BCG deve ser agendada. Já estamos em alerta pelo estoque, não podemos desperdiçar doses", enfatiza Altimar Carletto , chefe da 16ª RS. 

 Altimar explica que todos os municípios que integram a 16ª, receberam um quantitativo menor do que o necessário, mas que estão se organizando para atender o público alvo. 

"Nós distribuímos as doses de acordo com a média de nascimento de cada cidade. Por exemplo, um município que nasce em médica cinco, sete crianças, recebeu um frasco da vacina, que contém 10 doses. Nós acreditamos que esse problema logo será resolvido, mas até lá, estamos organizando os municípios, para que assim, não falte vacina.", finaliza Altimar.

A 16ª Regional também informou que o estoque da vacina pentavalente, que protege contra difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e hemófilo B, está baixo, e que espera a chegada de novas doses. 



O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Apucarana

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber