Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Apucarana

Economia Solidária forma 34ª turma de capacitação

.

Otimismo e iniciativa diante de um novo desafio são marcas das 46 novas empreendedoras econômico-solidárias capacitadas pela 34ª turma do Projeto de Economia Solidária e Protagonismo Feminino, da secretaria da Mulher e Assuntos da Família (Semaf). A capacitação de 20 horas, coordenada pela superintendente da Semaf, Bete Berton, teve um número expressivo de inscritos no curso ministrado nas dependências do Polo da Universidade Aberta do Brasil (UAB) Apucarana. Esta é a quinta turma formada em 2019.

Na entrega dos certificados de conclusão, Bete Berton destacou aos participantes que o curso é a primeira etapa da formação das empreendedoras. “Nossos próximos encontros serão em outros cursos que faremos no Espaço Empreender, porque a Economia Solidária requer nosso constante aprimoramento pessoal e profissional para que os empreendimentos deem certo. Vamos analisar formação de preços, marketing, técnicas de vendas, entre outros assuntos”, afirmou. O Espaço Empreender foi recentemente inaugurado nas instalações do antigo Instituto Brasileiro do Café (IBC), na Vila Nova.

A empreendedora econômico-solidária Natalina Carrascoso, formada pela 10ª turma, esteve presente e deu um depoimento sobre sua experiência e trajetória dentro da Economia Solidária. Ela disse às formandas que não devem desistir, porque ela mesma tem, em seu empreendimento de artesanato, o “ganha pão” nos dias de hoje, depois de muita perseverança. “Agarrem, segurem e lutem, porque essa é uma grande oportunidade para todas vocês”, disse ao público.

Solange Oliveira de Sousa, uma das concluintes, disse ter gostado muito da capacitação. Ela faz comida para festas e espera que a participação na Rede das Mulheres Solidárias traga oportunidade de receber muitas encomendas. “É uma porta aberta para vender nossos produtos”, afirmou.

Grasieli Junqueira Iporte, também do ramo da gastronomia, disse estar entusiasmada com a possibilidade de participar de feiras para comercializar seus produtos. “Adorei a capacitação, aprendi muita coisa. E a Rede abre uma nova oportunidade para vender os doces e salgados que faço”, declarou.

Na 34ª turma, houve 19 capacitadas de Cambira, município que contou com a colaboração de Apucarana para implantar seu Projeto de Economia Solidária. Também foi capacitado um integrante de Califórnia. A coordenadora do projeto de Cambira, Valdinéia Avíncola, disse que depois da primeira capacitação em seu município, muitas mulheres mostraram interesse em participar e, por isso, pediu à Bete Berton se seria possível capacitar as interessadas em conjunto. “Quero mais uma vez agradecer e parabenizar Apucarana, que nos serve de inspiração na excelência do trabalho que é desenvolvido aqui”, comentou. A primeira dama de Cambira, Vanessa Marques, também esteve presente na distribuição dos certificados.

A coordenadora do Polo UAB, Sueli Gomes Reis Gonçalves, compareceu à cerimônia de conclusão e explicou aos presentes o funcionamento do Polo, os cursos ofertados e as oportunidades que o ensino a distância possibilita. “Hoje o Polo UAB Apucarana oferece 18 cursos, e outros 19 já foram aprovados e serão em breve oferecidos.”

A secretária da Mulher e Assuntos da Família, Denise Canesin, destacou em sua fala que apenas nove dos 399 municípios do Paraná dispõem de uma secretaria para tratar exclusivamente dos assuntos da mulher e, por isso, grande atenção é dada ao protagonismo feminino. “Não medimos esforços em formar parcerias para ampliar as possibilidades oferecidas pela Economia Solidária, que está em alta, em especial em um momento de crise como o que passamos”, defendeu. Ela disse ainda que o grande apoio da Prefeitura é uma das razões do sucesso do Projeto.

Conceitos Ao todo, a Economia Solidária já capacitou 886 pessoas, entre elas 20 homens, nos cinco anos de prática. Em 2019, foram 121 novas capacitadas.  Os empreendimentos econômico-solidários abrangem áreas como artesanato, confecção, beleza e estética, gastronomia, plantas medicinais e ornamentais, e ainda produção orgânica de hortifrutis. Os conceitos-chave da Economia Solidária são autogestão, cooperação, solidariedade, sustentabilidade e viabilidade econômica. Atualmente, os produtos dispõem de 12 espaços de comercialização na cidade.

Serviço Quem estiver interessado em participar da próxima capacitação da Economia Solidária deve ir ao Espaço Mulher, na Rua Oswaldo Cruz, 432, ao lado da Casa da Gestante.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Apucarana

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber