Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Apucarana

Morre delegado Gustavo Dante, chefe da 17ª SDP de Apucarana

.

Delegado Gustavo Dante faleceu na tarde deste sábado (3). Foto: Reprodução
Delegado Gustavo Dante faleceu na tarde deste sábado (3). Foto: Reprodução

Morreu na tarde deste sábado (3), o delegado Gustavo Dante, 40 anos, chefe da 17ª Subdivisão Policial (SDP), de Apucarana. O policial estava internado há cinco dias no Hospital São Lucas em Ribeirão Preto, no Estado de São Paulo, e havia apresentado uma breve melhora no quadro clínico. Familiares informaram no inicio da tarde que ele já estava respirando sem aparelhos e havia passado pela primeira tomografia para avaliar a gravidade do caso. Contudo, ele veio a óbito por volta das 16h30. 

Dante apresentava um quadro depressivo e viajou até o município paulista em busca de tratamento. Ele estava hospedado na casa dos pais quando ocorreu a tentativa de suicídio.

A notícia gerou grande comoção em Apucarana e região e sofrimento imensurável à família que a todo momento pediu orações em prol da recuperação do delegado. A família informou que provavelmente o sepultamento será neste domingo (3), em Guaíra (SP).

O deputado estadual, José Aparecido Jacovós, ex-delegado da 17ª SDP de Apucarana lamentou a morte do colega. "O Estado do Paraná perde um delegado da elite da Polícia Civil.  Dedicado, honrado, trabalhador, humano, companheiro. Eu perco um amigo, que sempre me ajudou a combater o crime no Vale do Ivaí. Para Gustavo, não tinha hora, dia, sempre pronto para defender a sociedade, com bravura e dignidade. Uma honra ter trabalhado com ele. Meus sentimentos para amigos e familiares", disse Jacovós ao TNOnline. 

QUADRO DEPRESSIVO
O comportamento suicida frequentemente associa-se com a depressão, sendo que esta é uma condição tratável. Pessoas com qualquer tipo de problema podem ligar anonimamente para o Centro de Valorização da Vida (CVV), no 188. A ligação é gratuita.

(Gustavo Dante no dia em que assumiu a chefia da 17ª SDP, ao lado do delegado-geral da Polícia Civil do Paraná, Silvio Jacob Rockembach, e do delegado Jacovós. foto: Reprodução)

TRAJETÓRIA
Dante entrou na Polícia Civil em 2008 e trabalhou a frente da delegacia do município de Reserva, por oito meses. O policial foi transferido para à 17ª SDP e assumiu a delegacia de Faxinal, onde ficou por mais oito meses. Também foi delegado em Marilândia do Sul por três anos e meio e, em 2013, foi promovido a delegado delegado-adjunto na 17ª SDP, ao lado do então delegado-chefe Jacovós. Depois o policial assumiu a Delegacia Regional de Polícia de Ivaiporã, onde ficou por cinco anos e três meses sengo homenageado com o Titulo de Cidadão Honorário de Ivaiporã em Junho de 2017. 

O policial natural da cidade de Guaíra, Estado de São Paulo, era muito conhecido pela sua capacidade de elucidar crimes. Nos cinco anos que ficou em Ivaiporã conseguiu esclarecer todos os crimes de morte na área de abrangência da 54ª DRP. Destaque para o latrocínio do taxista de Faxinal José Maria de Castro, 72 anos, e a morte de Carina Teixeira, 29 anos.Ela ficou desaparecida por 18 dias, o corpo dela  foi localizada em diligência  pelo próprio delegado dentro de uma fossa ao lado da casa do assassino, o ex-marido Miraldo Morais Pedreira, 33 anos, em um sítio na localidade de Cinco Encruzo.






O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Soprap

Edhucca

Últimas de Apucarana

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber