Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Apucarana

Apucarana inicia elaboração de “plano” para diagnóstico habitacional

.

A empresa Megaqualitiy Consultoria promoveu uma reunião pública na noite de ontem (4), no auditório do CREA, apresentando a metodologia do trabalho que vai desenvolver durante 6 meses para elaborar o Plano Local de Habitação de Interesse Social (PLHIS) de Apucarana. Um requisito previsto por Lei Federal para que os municípios reivindiquem recursos para projetos na área da habitação, o PLHIS tem objetivo de envolver a comunidade para construir um plano visando direcionar o crescimento da cidade de forma a diminuir o déficit habitacional.

O PLHIS é um componente do Programa Habitação de Interesse Social e integra as ações financiadas pelo Fundo Nacional de Habitação de Interesse Social (FNHIS), do Ministério das Cidades. “É o plano que permite que o município planeje como irá combater a falta de habitação e infra-estrutura, pensando em ações para enfrentar o problema habitacional, em especial das famílias de baixa-renda”, explica o proprietário da Megaquality Consultoria, Sandro Morais de Medeiros.

Para chegar ao diagnóstico atualizado do setor habitacional, a Megaquality, contratada através de licitação pela prefeitura, vai fazer um trabalho de campo em toda a cidade com realização de pesquisas de porta em porta, oficinas e audiências públicas. Todo esse planejamento das ações foi apresentado na reunião de ontem, que contou com a presença do prefeito Junior da Femac.

A primeira oficina com as comunidades dos bairros está marcada para o próximo dia 11, na Escola Municipal Papa João XXIII e espera reunir os moradores de toda região da Vila Regina. A intenção é promover essas oficinas antes dos pesquisadores, que estarão identificados através de coletes, iniciem o trabalho de porta em porta, contribuindo assim a receptividade desses profissionais nas casas.

“Esse é um grande trabalho que vai nos ajudar, tanto em termos de lutar por recursos como no planejamento de futuros empreendimentos habitacionais. Vamos poder planejar uma ação e isso é maravilhoso. A cidade cresce atraindo mais moradores e, consequentemente, a demanda habitacional aumenta o tempo todo. Apucarana avança e nosso desafio é fazer ela avançar para todos”, disse Junior, lembrando as grandes conquistas do setor habitacional da gestão Beto Preto. “Amenizamos a demanda com a entrega de cinco empreendimentos, o Sumatra I e II, Jacanã, Solo Sagrado e Fariz Gebrim”, relacionou Junior da Femac.

Além de nortear áreas de expansão para a implantação de novos loteamentos habitacionais, o PLHIS vai apontar caminhos para a regularização fundiária e titularidade de moradias em diversos bairros de Apucarana. Segundo informações da Secretaria Municipal da Assistência Social, o déficit habitacional da cidade atualmente é na ordem de 7 mil unidades e, o número de moradias ainda com pendências relacionadas à regularização fundiária e/ou documentação de titularidade, é na ordem de 4.889 unidades.

O cronograma de trabalho da Megaquality prevê a entregar do plano pronto em dezembro. Estavam presentes na reunião pública representantes de empresas do setor habitacional da cidade, da Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil, de equipes técnicas de várias secretarias municipais, e da comunidade de vários bairros.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Apucarana

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber