Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Apucarana

Menores correspondem a 24% dos flagrantes por tráfico em Apucarana

.

De cada quatro pessoas detidas em Apucarana pelo crime de tráfico de drogas, um é menor de idade. Os dados constam em um levantamento do 10º Batalhão da Polícia Militar (BPM). 

De janeiro até o dia 21 deste mês, 147 pessoas foram detidas comercializando entorpecentes, sendo 35 menores apreendidos, o que equivale a 24% do total. Os dados também apontam para um aumento de 9,7% no número de prisões no município em comparação com o mesmo período do ano passado, quando foram registrados 134 casos. 

Segundo o sargento Cláudio Gonçalves, a polícia intensificou as abordagens em pontos estratégicos, o que reflete no número de prisões e apreensões. “O trabalho contra o tráfico de drogas que a polícia realiza é incansável. A PM de dia ou de noite realiza abordagens para prevenir crimes e coibir o uso de drogas. As abordagens estão nos bairros, nas praças e, com isso, as prisões e apreensões vão acontecendo”, destaca.

O sargento destaca que o envolvimento dos adolescentes com drogas costuma ser o primeiro passo para a infração. Os adolescentes passam de usuários a traficantes e depois se envolvem em outros crimes, desde furtos até assassinatos. Para o policial, a ilusão do dinheiro fácil ainda atrai muitos adolescentes. “O que percebemos é que, em alguns casos, o menor é apreendido uma, duas, três vezes. Depois ele se torna maior e é preso pelo mesmo crime, tráfico de drogas. Infelizmente, em alguns casos, é difícil sair desse ciclo”, comenta.

Os dados da polícia, por outro lado, também mostram uma redução de 10% em apreensões de menores neste ano, no comparativo com o mesmo período do ano passado, quando foram registradas 39 apreensões.

Para a presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) de Apucarana, Roberta Fogaça, os números, mesmo apresentando uma leve diminuição, servem de alerta.“São meninos e meninas que querem ter alguma coisa na vida, mas devido à situação financeira e estrutura familiar, muitos deixam de estudar para entrar nesse mundo do tráfico”, destaca, ressaltando que o município tem uma rede de serviços destinada a apoiar os menores infratores. “Temos projetos de aprendizagem e também de prevenção que ajudam na reabilitação desses jovens. Estamos trabalhando para que os adolescentes tenho acesso à rede e aos projetos”, comenta.

Os adolescentes flagrados cometendo tráfico de drogas são julgados de acordo com o ato infracional cometido e é aplicada uma medida sócio educativa que envolve advertência, prestação de serviços à comunidade ou internação em unidade especializada. Em Apucarana, são aplicadas apenas penas que não envolvem restrição total de liberdade.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Apucarana

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber