Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Apucarana

Apucarana convoca população para o combate ao abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes

.

Grande parte dos crimes de abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes registrados no Brasil acontece no seio familiar. Segundo dados apresentados pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), estudos mostram que pelo menos 80% dos casos registrados são praticados por pessoas do convívio da vítima. Os desafios enfrentados pelas entidades que combatem este tipo de situação foram expostos nesta segunda-feira (15/05), na Praça CEU do Jardim América, durante ato de lançamento da programação local da Campanha Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, que tem envolvimento da Secretaria da Assistência da Assistência Social através do Centro de Referência Especializado da Assistência Social (CREAS), do CMDCA, do Conselho Tutelar e outras entidades ligadas à rede municipal de proteção.

Com a presença de cerca de 100 adolescentes atendidos por políticas públicas municipais, o evento de lançamento contou com a presença da secretária da pasta, Ana Paula Nazarko, que representou o prefeito Júnior da Femac, da presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), Roberta Fogaça, da Secretária Municipal da Promoção Artística, Cultural e Turística (Promatur), Maria Agar Borba Ferreira, da psicóloga do Centro de Apoio Multiprofissional Escolar (CAME), órgão vinculado à Autarquia Municipal de Educação (AME), Renata Andrade Bueno e da Delegada da Mulher de Apucarana, Sandra Nepomuceno. “As crianças e adolescentes precisam ser protegidos todo o tempo. Seu corpo e imagens não podem ser moeda de troca, espaço de satisfação de ninguém. Toda sociedade deve estar atenta, unida para denunciar casos que venham tomar conhecimento”, convocou Ana Paula Nazarko, secretária Municipal da Assistência Social.

Ela enfatizou que Apucarana conta com o Serviço de Atenção e Proteção Especial à Criança e Adolescente através do CREAS, que funciona junto ao Centro Social Urbano, e denúncias também podem ser feitas pelo telefone de número 100, que é um serviço nacional. “O combate a este tipo de violência é diário, mas especialmente neste mês de maio, em todo o Brasil, verbalizamos socialmente todo o trabalho que disponibilizamos. A sociedade não pode aceitar esse tipo de comportamento contra nossas crianças e adolescentes, disque 100 e denuncie. Não é preciso se identificar. Basta passar os dados que profissionais irão averiguar”, pontuou Ana Paula.

Durante a solenidade, alunas da Escola Municipal de Teatro encenaram o jogral “Você não está só”, onde contextualizaram cenas de violência sofridas por vítimas e pediram o “fim da violência”. “Crianças e adolescentes que passam por estas violências carregam muitas coisas negativas para a vida. É um trauma que ocasiona crenças negativas, afeta o cognitivo, prejudica seu rendimento na escola, relacionamento social, sua intimidade quando adulta, enfim, afeta o seu futuro. Precisamos ficar atentos, pois muitas vezes a própria família não sabe como lidar, ou simplesmente não identifica o problema, mas estudos apontam que entre 80% e 95% dos abusos acontecem no seio familiar, um lugar onde deveriam se sentir acolhidos. O combate é um trabalho árduo, mas que realizamos

todos os dias através de uma rede atuante. Esta campanha visa democratizar as informações para que a vítima e a sociedade saibam onde procurar ajuda”, disse Roberta Fogaça, presidente do CMDCA.

Há cerca de uma semana na cidade, a nova Delegada da Mulher, Sandra Nepomuceno, destacou a articulação entre as entidades que encontrou em Apucarana. “Hoje mantive uma reunião com o prefeito Júnior da Femac e fiquei muito satisfeita com o apoio e a vontade de estar, juntamente com a delegacia, melhorando o atendimento. Estou a poucos dias atuando em Apucarana, mas já percebi que o município possui ações articuladas, que vamos trabalhar para aprimorar ainda mais”, afirmou a delegada, salientando que a delegacia onde é titular atua tanto o combate às violências contra a mulher, quanto às contra as crianças e adolescentes. “Vou trabalhar para contar um profissional de psicologia especializado no trato da violência, preparado para conduzir as oitivas de crianças vítimas de abuso e violência sexual, descobrindo o que se passa com ela, muitas vezes, infelizmente, dentro da própria casa”, anunciou a delegada. “Ainda não tenho o levantamento completo das ocorrências de Apucarana, mas posso afirmar que é algo assustador e vamos atuar firme para combater”, disse.

A programação da campanha prevê que até o final do mês sejam realizadas ações educativas visando a mobilização e maior conscientização da sociedade em vários locais da cidade, com destaque às escolas. O ponto alto acontece neste sábado (18/05), Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, das 9 às 11h30, nas dependências do Centro da Juventude Apucarana. “Convidamos às famílias para estarem conosco. Neste dia vão estar presentes serviços de várias secretarias municipais, profissionais da residência médica multiprofissional, Agência do Trabalhador. Teremos apresentações artísticas e culturais, entre outras atividades”, citou a secretária.

Dia D – A data nacional escolhida para marcar o Dia de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes foi o dia 18 de maio. “Neste dia, em 1973, uma menina de 8 anos, de Vitória (ES), foi sequestrada, violentada e cruelmente assassinada. Seu corpo apareceu seis dias depois, carbonizado e os seus agressores nunca foram punidos. Desde então, esse se tornou o dia para que a população brasileira se una e se manifeste contra esse tipo de violência.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Apucarana

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber