Tribuna do Norte Online
Saiba Agora
Últimas notícias
    Você está em

    Apucarana

    Em 17 horas, PM registra oito casos de ameaça e lesão corporal

  • Foto: TNOnline
    Foto por
    Escrito por Da redação
    Publicado em 06/05/2019 Editado em 06/05/2019

    Oito casos de ameaça e lesão corporal foram registrados pela Polícia Militar (PM), em um intervalo de 17 horas, entre o domingo (5) e madrugada desta segunda-feira (6), em Apucarana. Apenas um homem de 28 anos foi preso por agredir o sobrinho, em uma casa na Rua Pedro Perosin, no Jardim Santos Dumont. 

    A vítima, de 25 anos, disse que após uma discussão, o tio arremessou um banco em sua direção, atingindo sua cabeça. O autor foi preso e encaminhado à delegacia. 

    Na Rua Padre Severino Cerutti, na Vila Agari, a polícia foi chamada para atender uma ocorrência em uma partida de futebol. A PM disse que houve uma confusão entre jogadores do mesmo time e que um deles chegou ameaçar matar o outro com uma arma de fogo que estaria em seu carro. Todos foram encaminhados à delegacia. 

    Mais tarde, na Rua Santa Helena, no Residencial Djalma Mendes, uma mulher chamou a polícia após seu marido ser agredido a cadeiradas por sete homens. Ele foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhado à Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Os autores fugiram e até a publicação desta reportagem, nenhum suspeito havia sido localizado. 

    Na Rua Ibaté, no Núcleo Habitacional Marcos Freire, uma pessoa disse ter sido ameaçada pelo próprio irmão. O suspeito não foi localizado e o motivo da ameaça não foi divulgado. 

    Já na Rua Juvenal Ferreira da Silva, no Núcleo Habitacional das Indústrias, uma equipe que retornava de outra ocorrência se deparou com um senhor todo ferido no meio da rua. O homem disse à PM que havia sido agredido por quatro homens e que não soube relatar o motivo. Ele foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e encaminhado ao hospital. 

    Por volta das 20h22  a PM voltou a ser acionada para separar uma briga de trânsito na Avenida Governador Roberto da Silveira, na Barra funda. No local, um motorista disse que levou um soco no rosto, por motivo fútil. O agressor seria o condutor de um Ford Transit, de uma distribuidora de alimentos, fugiu do local. 

    Na Rua Tomio Nakamura, no Parque Industrial Norte, uma mulher foi agredida ao tentar separar uma briga, entre seu marido e a proprietária de um bar. A vítima ficou com várias lesões no corpo e ainda teve o vidro de seu carro quebrado. A autora fugiu do local e o motivo da briga não fo divulgado no boletim de ocorrência. 

    Por volta das 3 horas desta segunda-feira, a PM foi chamada outra vez para atender uma ocorrência de ameaça, na Rua Otávio Mareze, no Jardim Menegazzo. No local, uma mulher disse ter sido ameaçada pelo seu convivente. Contudo, o homem decidiu deixar a residência e a mulher desistiu de representar criminalmente contra ele. 

    Em todos os casos, as vítimas foram devidamente orientadas pela polícia. 

    Jornal da Tribuna desta quinta-feira

    Jornal da Tribuna desta quinta-feira

    TNTV

    Jornal da Tribuna desta quinta-feira

    Inscreva-se na nossa newsletter

    Notícia em primeira mão no início do dia, inscreva-se agora!

    Deixe seu comentário sobre: "Em 17 horas, PM registra oito casos de ameaça e lesão corporal"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

    Principais matérias