Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Apucarana

“Cerca de 60% dos casos de cegueira são evitáveis”, alerta oftalmologista

.

oftalmologista Felipe Morais, de Apucarana. Foto: Reprodução
oftalmologista Felipe Morais, de Apucarana. Foto: Reprodução

A visão é a responsável pelo envio de mais de 80% das informações que chegam ao cérebro. Diante da sua importância para a qualidade de vida, o mês de abril ganhou a cor marrom, para chamar a atenção sobre a importância da prevenção das doenças oculares. Cerca de 60% dos casos de cegueira são evitáveis, segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), observa o oftalmologista Felipe Morais, de Apucarana.

Somente no Brasil, cerca de 700 mil brasileiros cegos poderiam enxergar, caso tivessem recebido o tratamento adequado. A principal causa de cegueira é a catarata, que é reversível. De acordo com o Ministério da Saúde (MS), a doença atinge 28,7% dos brasileiros com mais de 60 anos e 47,5% dos que têm mais de 75 anos.

Morais explica que as alterações causadas pela catarata são lentas, porém progressivas e podem causar desde pequenas distorções visuais, como a visão embaçada, sensibilidade à luz, maior necessidade de iluminação para ler e até levar à cegueira. Os primeiros sinais costumam surgir por volta dos 50 anos.

“O tratamento, neste caso, é cirúrgico e permite, além da restauração da visão comprometida pela catarata, que seja feita a correção do grau dos óculos. É uma cirurgia rápida, segura e o paciente, geralmente, vai para casa no mesmo dia. E dentro de uma semana já consegue retomar as atividades”, diz.

Uma das maneiras de evitar tanto a catarata, quanto outras doenças, é protegendo os olhos em casos de exposição à luz solar. O jeito mais simples é com o uso de óculos de sol com filtro UV. “A exposição prolongada e desprotegida dos olhos à luz do sol danifica o cristalino e células da retina, provoca danos à visão e aumenta riscos de desenvolvimento de catarata, degeneração macular relacionada à idade e pterígio”, afirma.

O oftalmologista chama a atenção também para o uso de óculos de grau desatualizado e de equipamentos eletrônicos. “A orientação nesses casos é fazer a correção do grau dos óculos e, no caso dos eletrônicos, caso seja necessário o uso de óculos, optar lentes antirreflexos, que protegem os olhos da luminosidade emitida pelas telas”, frisa.  

Morais comenta que uma alimentação rica em alimentos com vitaminas A, E, C, zinco e luteína complementa a proteção aos olhos, assim como evitar coçá-los para evitar lesioná-los e sempre higienizar as mãos e lentes de contato. Além disso, nunca usar colírios por conta própria, pois podem alterar a pressão intraocular.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Soprap

Edhucca

Últimas de Apucarana

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber