Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Apucarana

Primeira reunião da Metrópole Paraná Norte é realizada em Apucarana

.

Foto: Sérgio Rodrigo
Foto: Sérgio Rodrigo

Representantes de Jandaia do Sul, Mandaguari, Cambira e de Apucarana participaram nesta quinta-feira (25) da primeira reunião da etapa do projeto que visa promover o desenvolvimento da região chamado de Metrópole Paraná Norte. O projeto é uma iniciativa do governo do Estado que visa promover o eixo formado entre os municípios e Londrina e Maringá.

A reunião foi realizada no auditório do Senac de Apucarana. O Plano de Desenvolvimento Regional Sustentável da Metrópole Paraná Norte é uma das ações do Projeto Multissetorial para o Desenvolvimento do Paraná. A consultoria é realizada pelas empresas Cobrape e Urbtec que desenvolverá o plano integrado de desenvolvimento para 15 municípios da região Norte, que interagem entre si. As cidades são: Apucarana, Arapongas, Cambé, Cambira, Ibiporã, Jandaia do Sul, Jataizinho, Londrina, Mandaguaçu, Mandaguari, Marialva, Maringá, Paiçandu, Rolândia e Sarandi. Juntos, esses municípios concentram 15% da população e quase 14% do PIB do Estado.

Através de estudos que começaram no ano passado, foi realizada uma avaliação sobre a realidades dessas regiões, depois desse trabalho foi possível apresentar algumas sugestões para Apucarana.

Segundo Cláudio Marchand Kruger, coordenador técnico do Plano Metrópole Paraná Norte, foram realizadas oficinas de contextualização onde foram discutidos aspectos sobre os municípios, temas como habitação, meio ambiente, transporte, logística, economia entre outros foram debatidos. 

“Apucarana tem uma importância geográfica, fica no centro da região, por isso foi escolhida para sediar as reuniões até o final do plano. Apucarana está conectada com dois grandes polos, e tem essa visão de crescimento, ” relata.

Ainda de acordo com Cláudio, o próximo passo será uma audiência pública para fechar a parte do diagnóstico, depois as etapas de cenário e por fim os planos de ação, que é colocar no papel aquilo que deve se tornar realidade.

O secretário da saúde de Apucarana, Roberto Kaneta, que também participou do encontro, destacou a importância da reunião para melhorar a expansão do atendimento à saúde. Kaneta comentou que existe uma dificuldade para realizar os encaminhamentos de pacientes para as macros regiões, principalmente quando se trata dos procedimentos de maior complexidade.

“ Hoje encaminhamos pacientes para a região metropolitana de Curitiba e Campo Largo, a logística dificulta o transporte dos pacientes, por isso é tão importante o debate, para procurar resolver o maior número de atendimentos de casos na região. Expandir a microrregião de Apucarana para macrorregião na área da saúde é extremamente importante. Toda essa discussão é para a melhoria do atendimento à população da região, ” destaca o secretário. 

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Apucarana

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber