Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Apucarana

 Vereadores criticam aumento na tarifa de água no Paraná

.

Durante a Sessão Ordinária desta segunda-feira (22/04), na Câmara Municipal de Apucarana, os vereadores criticaram a Sanepar (Companhia de Saneamento do Paraná) pelo reajuste que virá na conta de água e esgoto na tarifa de todos os paranaenses. O anúncio do reajuste, com taxa de 12,13% foi feito pela Agencia Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Infraestrutura do Paraná (Agepar).

O reajuste ainda não tem data certa de quando passará a valer, segundo a assessoria de imprensa da Sanepar, pois depende de publicação oficial, e a homologação do reajuste ocorreu em reunião extraordinária do Conselho Diretor da Agência Reguladora. O percentual de reajuste é o maior dos últimos quatro anos no Estado.

O vereador Lucas Leugi afirmou, que a Sanepar não pode instituir um aumento tão elevado assim por ser uma empresa superavitária. “A Agepar precisa intervir e barrar esse reajuste. O apucaranense paga por ar na tubulação, paga por barro, paga também pela falta de água. Isso não é certo. Estou tentando reverter essa situação. Não podemos pagar tão caro por um serviço tão básico. Não podemos ter esse aumento”, ressaltou Leugi.

Ele citou ainda que o contrato assinado entre o Município e a Sanepar deverá ser revisado pelo jurídico do Legislativo. “Temos um contrato de 30 anos, que vence somente em 2033, que não teve alterações e que precisa ser cumprido”, anunciou. Os vereadores José Airton Deco de Araújo, Rodolfo Mota e Antônio Carlos Sidrin concordaram com a posição do vereador Lucas Leugi.

O presidente professor Molina destacou que o reajuste é inviável e que precisa ser revisto. “Lembrando que a inflação oficial de maio de 2018 a abril deste ano é de 4,3%, bem menor que o reajuste anunciado pela Sanepar. Esses dados são de acordo com o IPCA. O aumento na tarifa de água vai ser complicado”, afirmou Molina.

O aumento anunciado pela Sanepar vale para 346 dos 399 municípios atendidos pela Companhia. No ano passado, o reajuste foi bem menor, 5,12%. Nesta manhã (terça-feira 23/04), o diretor-presidente da Sanepar, Claudio Stábile, e o presidente da Agepar, Omar Akel, participam de uma reunião com os deputados para prestar contas sobre o reajuste.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Apucarana

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber