Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Apucarana

Policial militar é preso suspeito de comercializar armas de fogo

.

Segundo a Polícia Civil, o PM estaria envolvido com o comércio ilegal de armas de fogo. Foto: Reprodução/ Polícia Civil
Segundo a Polícia Civil, o PM estaria envolvido com o comércio ilegal de armas de fogo. Foto: Reprodução/ Polícia Civil

Dois homens foram presos durante a Operação Vitium da Polícia Civil, deflagrada nesta terça-feira (16), em Apucarana e Faxinal. Um dos suspeitos é policial militar da 6ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM) de Ivaiporã e estaria envolvido com o comércio ilegal de armas de fogo. 

Segundo o delegado Ricardo Mendes, as investigações apontam que o soldado da PM tem relação direta com um traficante preso na primeira fase da operação, em Faxinal. Durante buscas em um sítio, a polícia encontrou grande quantidade de armas que supostamente pertencem ao policial militar. 

"O policial e o traficante estariam associados no comércio ilegal de armas de fogo e munições", afirma o delegado. 

Na manhã de hoje foi cumprido mandado de busca e apreensão na casa do PM, em Apucarana, onde foram encontradas munições de calibre .40 e uma espingarda de pressão adaptada para calibre 22. De acordo com Mendes, o policial responde um processo administrativo e estava afastado de suas funções na 6ª CIPM. "Quem tem problema administrativo não poderia portar esse tipo de munição", observa. 

Por conta dos indícios o PM foi preso em flagrante e encaminhado ao 10º Batalhão de Polícia Militar (BPM). A assessoria de imprensa do batalhão informou que a Justiça arbitrou fiança ao policial que foi liberado após pagamento. 

OPERAÇÃO VITIUM
Ao todo foram cumpridos sete mandados de busca e apreensão durante a ação. Em um dos alvos e Faxinal, a polícia encontrou três espingardas de pressão, uma delas com mira, 4 coldres (suporte para carregar arma de fogo), munições de calibre 22, R$ 5 mil em dinheiro, joias e celulares de origem suspeita. Um homem de 43 anos foi preso em flagrante e encaminhado à delegacia. 

Em outra casa a polícia apreendeu dinheiro e anotações que indicam que o suspeito está envolvido com contrabando. "Não foi preso porque não achamos os objetos, mas o conteúdo do celular indica que ele é contrabandista de cigarro em Faxinal", comenta o delegado. 

A ação batizada de ‘Vitium’ - vício em latim - foi desencadeada para combater o tráfico de drogas em Faxinal e região. De acordo com Mendes, todos os suspeitos investigados estão interligados de alguma maneira. No total, 19 pessoas foram presas nas três fases da operação.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Soprap

Edhucca

Últimas de Apucarana

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber