Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Apucarana

Número de engenheiras cresce 95% em Apucarana

.

Após o crescimento da participação feminina no mercado de trabalho na última década, as mulheres dão um segundo passo, agora com um avanço em cargos de chefia e comando. Além de conhecimento técnico, a mulher demostra uma capacidade emocional de lidar com diversos problemas ao mesmo tempo e encontrar soluções por meio do diálogo e conciliação.

Segundo dados do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea), o número de Engenheiras registradas entre 2012 e 2018 saltou de 124 para 243 profissionais na Regional de Apucarana, o que significa um crescimento de 95% nos últimos sete anos, a maior elevação entre as regionais do Crea no Estado.

Engenheira de Segurança do Trabalho, Carla Narita é responsável pelo Núcleo de Consultoria em Saúde e Segurança do Trabalho e Promoção da Saúde do Sistema FIEP, atuando diretamente em consultorias e assessorias em Legislação Trabalhista e Previdenciária nos mais diversos ramos da indústria.

Hoje, ela é coordenadora de uma área que vai do Norte Pioneiro ao Norte do Paraná, integrando as unidades do SESI de Londrina, Apucarana, Santo Antônio da Platina e Bandeirantes. “O principal desafio é se destacar dentro de um mercado que ainda é de homens. O grande diferencial é ter um bom planejamento e organização para lidar com isso e gerenciar diferentes áreas, da vida pessoal ao trabalho”, afirmou.

Graduada em Engenharia Química, especialista em Gestão de Meio Ambiente, Engenharia de Segurança do Trabalho e MBA em gestão de Negócios e Vendas, Carla ainda encontra tempo para cuidar dos filhos e desempenhar o papel de inspetora de Engenharia Química no Crea Apucarana. 

“É muito característico da mulher quando ela traz para a história dela, todo o desempenho do lar, de ser mãe, de cuidar de uma família. No campo do trabalho não tem diferença. A mulher traz essa história de planejamento e organização do dia a dia para o trabalho com objetivo de cumprir com todas as demandas que o mercado atual exige”, avalia a coordenadora. 

Atuando no serviço público, a Engenheira Civil Miriam Elena Corbacho é superintendente de Engenharia e Obras na Autarquia Municipal de Educação, responsável pela manutenção, reformas e construção de escolas e Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs) na cidade Apucarana. Ao todo, são 60 prédios e 18 obras em construção, atualmente. 

Miriam destaca que a capacidade de gerenciamento da mulher vai além da parte técnica. Na avaliação dela, as Engenheiras demostram grande preocupação com detalhes e humanização, características fundamentais quando se trata de prédios que vão atender bebês e crianças.

“A gente vê a contribuição e a valorização da mulher, principalmente em cargos técnicos, com esse olhar mais dedicado, detalhista e humanitário. No seu próprio íntimo, a mulher já tem essas características, esse olhar mais cuidadoso e outras qualidades que agregam profissionalmente”, afirmou a superintendente.

O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Paraná (Crea- PR), criado no ano de 1934, é uma autarquia responsável pela regulamentação e fiscalização dos profissionais da empresa das  áreas da engenharias, agronomias e geociências. Além de regulamentar e fiscalizar, o Crea-PR também promove ações de atualização e valorização profissional por meio de termos de fomentos disponibilizados via Editais de Chamamento.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Apucarana

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber