Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Apucarana

Justiça Eleitoral poderá cancelar mais de 1,4 mil títulos em Apucarana

.

Lista dos eleitores faltosos estão no Cartório Eleitoral
Lista dos eleitores faltosos estão no Cartório Eleitoral

Mais de 1,4 mil eleitores de Apucarana poderão ter o título cancelado pela Justiça Eleitoral por não terem votado, nem justificado a ausência nas últimas três eleições (cada turno é considerado uma eleição). Os dados foram divulgados anteontem pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). 
A relação com todos os nomes está afixada desde ontem no Cartório da 28ª Zona Eleitoral de Apucarana e também está sendo publicada hoje no caderno de editais da Tribuna do Norte. A comarca eleitoral abrange também os municípios de Cambira e Novo Itacolomi.
Segundo a chefe do Cartório da 28ª Zona Eleitoral, Andrea Silva Milanin, ao todo Apucarana tem 1.410 eleitores faltosos. Cambira tem 42 e Novo Itacolomi, 11. Ela salienta que esses eleitores têm prazo a partir de 7 de março até 6 de maio para recolher a multa, que hoje é de R$ 3,51, e justificar a ausência junto ao cartório eleitoral. De acordo com ela, a multa pode ser impressa junto ao site do TSE, recolhida na agência do Banco do Brasil e levada ao cartório para os trâmites de regularização da situação eleitoral.
De acordo com o cronograma, a Justiça Eleitoral cancelará, no período de 17 a 20 de maio, as inscrições dos eleitores que não tiverem regularizado sua situação até a data-limite estabelecida. Enquanto os cancelamentos estiverem sendo efetuados, não serão feitas atualizações no cadastro eleitoral.
A partir do dia 21 de maio, as atualizações cadastrais serão retomadas, e a Justiça Eleitoral divulgará, a partir do dia 24 do mesmo mês, as relações contendo os nomes dos eleitores e os números dos respectivos títulos cancelados por ausência aos três últimos pleitos.
Enquanto não regularizar sua situação junto à Justiça Eleitoral, o eleitor estará sujeito a uma série de sanções, como não poder tirar passaporte ou carteira de identidade; fazer concurso ou ocupar cargo público, renovar matrícula no ensino público, ou obter certidão de quitação eleitoral.

ARAPONGAS
Na Comarca de Arapongas, que atende também o município de Sabáudia, a situação é diferente. Tanto em Arapongas como em Sabáudia não há registro de eleitores faltosos, segundo informa o chefe da 61ª Zona Eleitoral, Alex Petruci. É que, por ocasião do recadastramento biométrico realizado em 2017, eleitores que não compareceram para o processo tiveram os títulos cancelados automaticamente.
De lá para conta-se apenas a eleição geral de outubro do ano passado, que foi realizada em dois turnos. Portando, não há eleitores faltosos em três turnos sequenciais.
Conforme dados do TSE, no Paraná são mais de 114 mil eleitores que não votaram nas três últimas eleições e nem justificaram ausência. Em todo o Brasil, o número soma em torno de 2,6 milhões de eleitores.
O maior número de faltosos foi registrado na região Sudeste, somando um total de 1.319.454 eleitores. São Paulo foi o estado com mais cidadãos nessa condição (717.653), seguido do Rio de Janeiro, com 312.783. Em terceiro lugar, está Minas Gerais, com 239.710 eleitores faltosos, seguido do Rio Grande do Sul, com 126.255, e do Paraná, com 114.625. Roraima foi a unidade da Federação com menos eleitores faltosos: 5.836.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Soprap

Edhucca

Últimas de Apucarana

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber