Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Apucarana

Apucarana emite 20 mil carteiras de trabalho

.

O prefeito em exercício, Junior da Femac, afirma que Apucarana agiliza a entrega do documento, que é fornecido no prazo máximo de 10 dias (Foto: Edson Denobi)
O prefeito em exercício, Junior da Femac, afirma que Apucarana agiliza a entrega do documento, que é fornecido no prazo máximo de 10 dias (Foto: Edson Denobi)

A gestão Beto Preto atingiu a marca de 20 mil carteiras de trabalho emitidas. Esse número deverá aumentar ainda mais em janeiro, considerado o “mês da carteira de trabalho”. Neste período, até meados de fevereiro, o número de documentos emitidos praticamente dobra, passando de 350 para 600 unidades por mês.

Até 2013, esse serviço era ofertado pela Câmara de Vereadores e, a partir de 2014, passou a ser centralizado pela Agência do Trabalhador. O prefeito em exercício, Junior da Femac, esteve no local nesta segunda-feira (07/01), quando entregou novos documentos e fez um balanço do serviço.

De acordo com ele, Apucarana adota procedimentos que agilizam a entrega das carteiras de trabalho. “Enquanto em outros municípios, o prazo pode chegar a 30 e até 40 dias, aqui em Apucarana a carteira é entregue em 5 dias ou no máximo em até 10 dias”, compara.

A agência do Trabalhador possui um sistema moderno de emissão, que é interligado com a regional do Ministério do Trabalho, localizada em Londrina. O atendimento utiliza tecnologia de ponta, dispondo de leitor biométrico para digitais, mesa para coleta de assinaturas e câmera fotográfica. “Com isso, o trabalhador não necessita mais gastar com a fotografia, que é tirada na hora na modalidade digital”, observa Junior da Femac.

Os dados são coletados na Agência do Trabalhador, que instantaneamente transmite as informações para o Ministério do Trabalho em Londrina, onde as carteiras são impressas e montadas. “O procedimento normal seria esperar o envio das carteiras através do Correio, mas a Agência do Trabalhador se dispõe a buscar os documentos semanalmente em Londrina, agilizando a entrega”, frisa o prefeito em exercício.

Junior da Femac afirma que a emissão da carteira é, ao lado de diversas outras ações, uma atividade que contribui para a geração de emprego e renda. “Nós precisamos dar as condições para as pessoas buscarem as oportunidades, fornecendo a carteira de trabalho de forma ágil, assim como os cursos profissionalizantes que são ofertados gratuitamente e que já capacitaram mais de 15 mil pessoas”, afirma, citando ainda outras iniciativas, como a implantação do Parque Industrial da Juruba.   “A primeira fase foi finalizada, com a disponibilização de vários terrenos industriais, e a segunda etapa já foi lançada”, reforça Junior da Femac.

Entre os meses de janeiro e fevereiro, por conta das férias escolares, a procura por carteiras de trabalho praticamente dobra. A estudante Júlia Elaine Bernardes da Silva, acompanhada da mãe, procurou a Agência do Trabalhador nesta segunda-feira. “Estou em busca do primeiro emprego. Quero começar a trabalhar logo para ter o meu próprio salário e estou aguardando por esta oportunidade”,  afirma Júlia, que tem 15 anos e está no segundo ano do Ensino Médio.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Apucarana

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber