Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Apucarana

Secretaria atendeu a mais de 15 mil mulheres em Apucarana

.

Referência estadual, a Secretaria Municipal da Mulher e Assuntos da Família da Prefeitura de Apucarana atendeu ao longo dos últimos seis anos, mais de 15 mil apucaranenses. Somente o Centro de Atendimento à Mulher (CAM), que oferece suporte gratuito no âmbito da assistência social, amparo psicológico e jurídico a mulheres vítimas de violências, foi responsável por 11.509 atendimentos. O Centro de Oficinas da Mulher, que também disponibiliza cursos profissionalizantes gratuitos, capacitou cerca de 3 mil pessoas no período e, o Programa Municipal de Economia Solidária e Protagonismo Feminino, que promove o cooperativismo e o fomento de empreendimentos solidários, já capacitou diretamente 793 mulheres desde 2014 quando foi implantado.

O balanço das ações realizadas entre os anos de 2013 e 2018 foi apresentado ao vice-prefeito Júnior da Femac nesta quinta-feira (03/01), no gabinete municipal, pela secretária Municipal da Mulher e Assuntos da Família, Denise Canesin Moisés Machado, durante reunião de planejamento de ações para o exercício de 2019. “O trabalho realizado por esta secretaria é realmente algo fantástico. Não é a toa que é referência no Paraná transformando vidas e atraindo, através do exemplo e resultados em prol da sociedade, o interesse de diversos municípios brasileiros”, pontuou Júnior da Femac.

No tocante aos atendimentos realizados pelo CAM, o vice-prefeito lembrou da macrorrede de atendimento, fomentada pela secretaria através da gestão do prefeito Beto Preto. “Foram criadas políticas públicas e mecanismos importantes no combate às violências contra a mulher”, assinalou Júnior. A secretária Denise Canesin salientou que mais um grande passo estará sendo concluído em breve. “Ainda no primeiro semestre deste ano devemos colocar em atividade o dispositivo de segurança, mais conhecido como “botão do pânico”, que será uma ferramenta muito útil para as mulheres vítimas de violência. Os recursos já estão assegurados e a prestação do serviço em licitação”, esclareceu a secretária. Segundo ela, o projeto é desenvolvido pela prefeitura em parceria com o Governo do Paraná, com a Justiça através do Poder Judiciário e com a Guarda Municipal de Apucarana.

Júnior também enalteceu as cerca de 3 mil capacitações profissionais do Centro de Oficinas da Mulher “onde as mulheres podem aprender ou aprimorar um ofício para geração de renda” e o Programa de Economia Solidária e Protagonismo Feminino, que já capacitou diretamente cerca de 800 mulheres e prevê expansão das feiras itinerantes para 2019. “A economia solidária trouxe o resgate da dignidade humana a centenas de apucaranenses. Pessoas que hoje vivem outro momento de suas vidas, livres, mais felizes, com independência financeira. E isso se reverte em qualidade de vida para toda a família”, acentua o vice-prefeito. Ele conta que hoje há casos em que uma empreendedora solidária chega a faturar mais de R$2 mil ao mês. “Além disto, a rede de economia solidária, que conquistou inclusive diversos prêmios nacionais, tem contribuído para a roda da economia local girar ainda mais rápido, uma vez que para a confecção do artesanato, da gastronomia, entre outros produtos, matéria-prima precisa ser adquirida no comércio, gerando mais renda e mais emprego na cidade”, relaciona Júnior.

Ainda com relação à economia solidária, durante a reunião de planejamento foi definido que as feiras itinerantes de empreendimentos solidários serão expandidas ao longo deste ano. “Contando com os “Espaço Mulher”, hoje são nove pontos de comercialização dos produtos da economia solidária de Apucarana. Também temos as chamadas feiras itinerantes nos núcleos Adriano Correia e João Paulo e no Distrito de Correia de Freitas, modalidade que vamos levar para outros locais da cidade”, adiantou Denise Canesin Moisés Machado, secretária Municipal da Mulher e Assuntos da Família. Três novos locais já foram oficializados durante a reunião e vão contemplar as imediações do Consórcio Intermunicipal de Saúde do Vale do Ivaí e Região (Cisvir), Praça do Centro de Artes e Esportes Unificados (Praça CEU) e campus Apucarana da Universidade Estadual do Paraná (Unespar).

O encontro de prestação de contas e planejamento de 2019 também contou com a participação da diretora-geral do Departamento da Mulher e Assuntos da Família e coordenadora do programa de Economia Solidária, Terezinha Elizabete Berton Pereira (Bete Berton) e de Eliana Rocha, também membro da equipe da Secretaria da Mulher e Assuntos da Família. No final dos trabalhos, o vice-prefeito Júnior da Femac foi presenteado pelas servidoras com uma bolsa fabricada por empreendedoras solidárias a partir de material reciclável oriundo de sombrinhas usadas.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Apucarana

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber