Apucarana

Assaltantes roubam carro após invadir residência e amarrar família e ladrões furtam 10 mil camisetas de empresa

Da Redação ·
Imagem ilustrativa
Imagem ilustrativa

Dois crimes contra o patrimônio registrados em Apucarana nas últimas 24 horas mobilizaram a polícia. Uma família passou momentos de tensão e teve carro e objetos roubados depois da residência ser invadida por bandidos e ladrões também furtaram cerca de 10 mil camisetas de uma empresa.

continua após publicidade

De acordo com relatório de ocorrências da Polícia Militar (PM) divulgado neste terça-feira (20), por volta das 23 horas de segunda-feira (19), uma família foi rendida e amarrada após ter a casa na Rua Hermes da Fonseca, no Jardim Milani (zona sul da cidade).

Umas das vítimas contou à PM que estava na sala de sua residência junto com sua esposa, sua filha, sua irmã e seu cunhado, quando dois criminosos (um armado com revólver cromado e o outro com uma faca) e invadiram o imóvel.

continua após publicidade

As vítimas foram amarradas e trancadas em uma quarto da casa.  Em seguida os ladrões roubaram dois smartphones - um da marca Positivo e outro da marca Samsung J7, TV de 50 polegadas da marca LG e fugiram num veículo de propriedade da irmã do dono da casa (GM Tracker LTZ branca, placas BBX-0562 de Apucarana ), que estava estacionado na frente da residência. 

Furto de 10 mil  camisetas
Já na madrugada desta terça-feira (20), ladrões furtaram aproximadamente 10 mil camisetas de uma empresa situada rua Rio Tibagi, no Núcleo Habitacional Papa João Paulo, na zona oeste de Apucarana .

Segundo a PM, o dono de um barracão onde funciona uma facção de confecções e viu pelas câmeras de monitoramento via telefone celular que bandidos estavam no interior da empresa praticando furto.

continua após publicidade

Ao chegar no local ele constatou que o estabelecimento industrial teve o portão da frente arrombado e  cerca de 10 mil camisetas promocionais, de diversas cores, cortadas e em fase de acabamentos, foram furtadas da empresa.

A PM registrou boletins de ocorrência relativos às duas ocorrências e a Polícia Civil instaurou inquéritos para apurar a autoria dos crimes contra o patrimônio.