Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Apucarana

Ações intensivas da PM dificultam compra e venda de drogas e deixam usuários desesperados

.

Foto: Reprodução/imagem ilustrativa
Foto: Reprodução/imagem ilustrativa

O combate ostensivo ao tráfico e uso de drogas por parte principalmente da Polícia Militar (PM) em Apucarana resultou em uma situação até certo ponto inusitada na cidade.

Pessoas ligadas a entidades de assistência a dependente químicos reportaram nesta terça-feira (13) que muitos usuários de drogas ainda em processo de recuperação relataram que diversos jovens ainda totalmente entregues ao vício estão desesperados por conta da escassez de drogas na cidade em razão do combate intensivo da PM ao uso e comercialização de entorpecentes.

De acordo com tais usuários ouvidos pelo assistente social, a repressão durante vários meses provocou escassez de tóxicos ilícitos no município. Segundo os dependentes químicos, está muito difícil encontrar droga para comprar na cidade.

Sofrimento e tristeza
"Há muitos dependentes químicos que ficam em estado de fissura (vontade incontrolável de consumir droga), desesperados atrás de crack e cocaína, mas por conta do trabalho da polícia, eles não encontram tóxicos nas biqueiras. Isso acaba sendo muito bom para eles, pois pode representar a possibilidade de início de um recomeço sem drogas, livre da maldição que recai sobre aqueles que, por motivos diversos e muito subjetivos, acabam entrando nessa armadilha devastadora, recheada de terror e pânico, que destrói pessoas e famílias, transformando o ser humano em escravo de substâncias químicas que corroem a auto-estima e a saúde e causam muito sofrimento e tristeza ao viciado e a quem o ama", disse um profissional que atua no setor de assistência a adictos.

Cocaína e maconha
A última apreensão de drogas e prisão de suspeito de tráfico em Apucarana ocorreu na tarde de segunda-feira (12).  depois de várias denúncias informando que em uma residência na Rua Pinho Araucária, no Jardim Pinheiros, na zona norte de Apucarana, estaria ocorrendo o crime de tráfico de entorpecente, equipes da Rotam foram até o imóvel e a mãe de um jovem suspeito de comercializar entorpecentes que mora no local franqueou a entrada dos policiais.

Dentro de um freezer foram encontrados 26,1 gramas de maconha e 52,7 gramas de cocaína. Na moradia também foram achados diversos ependorf (pinos), além de um revólver calibre 38 marca Taurus com numeração suprimida, duas munições - uma marca CBC e outra marca PMC, e mais quatro munições calibre 7mm marca CBC.

A dona da casa afirmou aos policiais que os entorpecentes e a arma seriam de seu filho, que não se encontrava na residência. A mãe então manteve contato via telefone com seu filho, que foi até a propriedade e informou que as drogas e a arma seriam de sua propriedade.

O rapaz foi preso e levado junto com os tóxicos à 17ª Subdivisão Policial (SDP) de Apucarana para os procedimentos legais.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Soprap

Edhucca

Últimas de Apucarana

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber