Apucarana

Saúde reforça esclarecimento sobre as atribuições do SAMU

Da Redação ·
Serviço 192 deve ser chamado somente para casos de urgência e emergência pré-hospitalar (Fotos – Edson Denobi e Profeta)
Serviço 192 deve ser chamado somente para casos de urgência e emergência pré-hospitalar (Fotos – Edson Denobi e Profeta)

Operando em Apucarana desde novembro de 2004, o SAMU 192 ainda gera dúvidas sobre suas atribuições no atendimento à população. Com uma média de 30 ocorrências atendidas diariamente, a coordenadora médica do SAMU, Vera Lucia Lorenzon, esclarece que o protocolo para liberação do deslocamento das ambulâncias do 192 deve ser seguido rigorosamente para casos de urgência e emergência pré-hospitalar.

continua após publicidade

De acordo com Vera Lucia, a população de Apucarana e região contam com atendimento de urgência e emergência pré-hospitalar, através do SAMU, muito bem estruturado, com profissionais capacitados em todas as funções e uma frota de ambulâncias com a manutenção em dia. “No entanto, temos que esclarecer que não somos um serviço de transporte de pacientes. Isso é uma competência do setor de transporte municipal que abrange a central de ambulâncias da prefeitura o qual presta atendimento 24 horas através do telefone 3901-1041”, orienta Vera Lucia, reforçando que a estrutura do SAMU “tem que ficar a postos para situações de alto risco e complexidade.”

O atendimento de urgência e emergência pré-hospitalar do SAMU 192 tem o objetivo de reduzir o tempo de chegada dos pacientes em situação de risco ao hospital adequado, além de oferecer um atendimento qualificado prestado no momento da ocorrência, aumentando assim a possibilidade de sobrevida da vítima.

continua após publicidade

Abrangência regional

Em operação em Apucarana desde 29 de novembro de 2004, atualmente o Samu 192 tem abrangência regional, atendendo a uma população superior a 350 mil pessoas. As centrais de regulação do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) de Apucarana e do Samu Regional Centro Norte são responsáveis pelo atendimento de 17 municípios do Vale do Ivaí.

Além de Apucarana, os municípios atendidos pela regional do Samu são Cambira, Califórnia, Novo Itacolomi, Rio Bom, Marilândia do Sul, Faxinal, Mauá da Serra, Borrazópolis, Grandes Rios, Arapongas, Sabáudia, Jandaia do Sul, Bom Sucesso, Marumbi, Kaloré e São Pedro do Ivaí. Os dois municípios maiores – Apucarana e Arapongas – são servidos por três ambulâncias cada, sendo duas com serviço básico e uma de avançado. Outras duas unidades básicas servem aos municípios de Faxinal e Jandaia do Sul.

continua após publicidade

QUANDO CHAMAR O SAMU

 Na ocorrência de problemas cardio-respiratórios;

 Intoxicação exógena e envenenamento;

continua após publicidade

 Queimaduras graves;

 Na ocorrência de maus tratos;

continua após publicidade

 Trabalhos de parto em que haja risco de morte da mãe ou do feto;

 Em tentativas de suicídio;

 Crises hipertensivas e dores no peito de aparecimento súbito;

continua após publicidade

 Quando houver acidentes/traumas com vítimas;

 Afogamentos;

 Choque elétrico;

continua após publicidade

 Acidentes com produtos perigosos;

 Suspeita de Infarto ou AVC

continua após publicidade

 Agressão por arma de fogo ou arma branca;

 Soterramento/ desabamento;

 Crises convulsivas;

continua após publicidade

 Transferência inter-hospitalar de doentes graves;

 Outras situações consideradas de urgência ou emergência, com risco de morte, sequela ou sofrimento intenso.

QUANDO NÃO CHAMAR O SAMU 192

continua após publicidade

 Febre prolongada;

 Dores crônicas;

continua após publicidade

 Vômito e diarreia;

 Levar pacientes para consulta médica ou para realizar exames;

 Transporte de óbito;

continua após publicidade

 Dor de dente;

 Transferência sem regulação médica prévia;

 Trocas de sonda;

 Corte com pouco sangramento,

 Entorses;

 Cólicas renais;

 Transportes inter-hospitalares de pacientes de convênio;

 Todas as demais situações onde não se caracterize urgência ou emergência médica.

Nestes casos e em todos os casos sem caracterização de urgência ou emergência, o paciente poderá ser encaminhado ao posto de saúde ou então a Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

TRANSPORTE

Setor de transporte do município, o qual abrange a central de ambulâncias da prefeitura, presta atendimento 24 horas através do TELEFONE 3901-1041.