Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Apucarana

Licenças ambientais do Parque da Juruba e Cocap são renovadas

.

Licenças ambientais do Parque da Juruba e Cocap são renovadas - Foto: Divulgação
Licenças ambientais do Parque da Juruba e Cocap são renovadas - Foto: Divulgação

Duas importantes licenças ambientais foram renovadas pelo Instituto Ambiental do Paraná (IAP). O Parque Industrial da Juruba, cujas obras de implantação estão em andamento, obteve a renovação da licença de operação. Já a Cooperativa dos Catadores de Apucarana (Cocap), que estava há cinco anos sem licença de operação, conseguiu finalmente o licenciamento.

Cópias dos documentos foram repassados nesta terça-feira (09/10) ao prefeito de Apucarana, Beto Preto, pelo secretário municipal de Meio Ambiente, Sérgio Bobig. A licença do parque industrial é válida até 2020, enquanto o licenciamento da cooperativa vai até 2021.

Beto Preto afirma que a Cocap, além da atividade que gera ganhos ambientais, também possui um importante viés social. “A Cocap tem 46 cooperados, que recolhem e destinam corretamente por mês entre 200 e 250 toneladas de lixo reciclável. Infelizmente, desde 2013 a Copap estava sem a licença de operação  e, com ela, conseguirá deixar em dia toda a documentação”, frisa o prefeito.

O prefeito afirma que a conquista abre a perspectiva de crescimento da Cocap e a discussão de novos caminhos para o serviço de coleta e reaproveitamento do lixo reciclável em Apucarana. “Temos muito a crescer. Acredito que é o momento de reunirmos as entidades e instituições envolvidas, trazendo para a discussão experiências bem sucedidas e estabelecendo metas”, salienta Beto Preto.

De acordo com Antônio Nogueira, interventor da Cocap, nos últimos meses a entidade vem trabalhando para regularizar todas as licenças para funcionamento.  “Assinamos dois Termos de Ajuste de Conduta. Um com o Corpo de Bombeiros, visando a prevenção contra incêndio e o certificado de licença, e outro com a Vigilância Sanitária”, reforça.

Nogueira comemora a conquista, afirmando que com os documentos regularizados a entidade poderá voltar a pleitear recursos públicos, de instituições financeiras e também de empresas geradoras de resíduos dentro da logística reversa.

“Desde quando assumimos, uma grande preocupação era a licença ambiental, que foi obtida graças a essa parceria com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente. Isso significa muito para a cooperativa. É como se uma pessoa perdesse a carteira de identidade. Assim estava a Copap, sem documento e sem a possibilidade de desenvolver novos projetos e de buscar recursos”, compara Nogueira.

PARQUE INDUSTRIAL – O prefeito Beto Preto afirma que a licença de instalação do Parque Industrial da Juruba venceria neste mês e a renovação garante a continuidade das obras de infraestrutura. “Os serviços de pavimentação asfáltica, meio-fio e galerias pluviais estão em andamento. A primeira etapa do empreendimento, projetado para 237 lotes com metragens entre mil e dois mil metros quadrados, consiste na liberação de 31 lotes”, pontua Beto Preto, informando que o investimento para esta fase inicial é de R$ 535 mil com recursos do próprio município.

Após a conclusão das obras, será necessária a licença de operação, documento que também é  emitido pelo IAP. “Quero agradecer a equipe da Secretaria de Meio Ambiente que agiu prontamente e também ao IAP. Sabemos que o Instituto Ambiental do Paraná tem uma grande demanda por licenciamentos e o documento foi liberado dentro do prazo, garantindo a continuidade das obras”, ressalta Beto Preto.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Apucarana

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber