Apucarana

Após 32 anos, Apucarana volta a ter deputados radicados no município

Da Redação ·
Imagem ilustrativa
Imagem ilustrativa

Dois candidatos a deputado estadual que vivem ou trabalham em Apucarana saíram vitorisosos nestas eleições. O petista Arilson Chiorato obteve uma vaga na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) com 36.494 votos. Assessor parlamentar de Gleisi Hoffmann (PT), ele contou com o apoio do prefeito Beto Preto (PSD). 

continua após publicidade

Outro eleito é o delegado José Aparecido Jacovós, titular da 17ª Subdivisão Policial (SDP), de Apucarana. Ele fez a 11ª maior votação entre os 54 eleitos, com 61.310 votos. 

Natural de Ourizona, na região Oeste do Paraná, Arilson casou com uma apucaranense e hoje mora no Núcleo Afonso Camargo. Já Jacovós tem domicílio eleitoral em Sarandi, mas trabalha desde 2013 em Apucarana. 

continua após publicidade

Scarpelini foi o último
Apucarana não elegia um deputado residente na cidade há 32 anos. O último deputado eleito foi José Domingos Scarpelini, que faleceu em 2017. 

Arilson realizou neste domingo uma carreata pelas ruas da cidade, com a presença de Beto Preto e do vice Júnior da Femac (PDT), além de outros aliados.  

Beto Preto comemorou a eleição de Arilson e também a reeleição do deputado federal Sérgio Souza (MDB), além da vitória de Ratinho Junior (PSD) para o governo do Paraná e de Oriovisto (Podemos) para o Senado. 

continua após publicidade

“Elegemos todos os candidatos pelos quais trabalhamos e nos dedicamos nesta campanha nas últimas semanas”, destacou Beto Preto.

“Ajudamos a eleger Ratinho Junior governador do Paraná, com quase 80% dos votos válidos; o professor Oriovisto Guimarães senador do Paraná; Sérgio Souza, deputado federal; e Arilson Chiorato, deputado estadual por Apucarana. Além disso, também tivemos êxito com o apoio dado pela nossa bancada de vereadores aos candidatos a deputado estadual Guto Silva (PSD) e Tiago Amaral (PSB)”, comemorou o prefeito Beto Preto.      

Os instantes finais da apuração dos eleitos para a Assembleia Legislativa do Paraná, na noite deste domingo, foram de muita apreensão e tensão. A coligação do Partido dos Trabalhadores  estava com as eleições já definidas do Professor Lemos e de Tadeu Veneri. A terceira vaga da coligação seria garantida por Arilson que estava 5 mil votos à frente da quarta colocada Luciana Rafain. Mas ao final a coligação ela acabou conquistando uma cadeira. 

continua após publicidade

Emocionado e abraçado pelo prefeito Beto Preto, o vice-prefeito Junior da Femac, e o secretário Marcello Machado, além de outros correligionários, Arilson deixou o escritório de campanha carregado, para comemorar com seus eleitores. “Foi uma caminhada difícil, com muitos obstáculos, mas tivemos perseverança para seguir em frente e assegurar a vitória”, comentou Arilson, com o filho Benício no colo e abraçado a sua esposa Jane Reis.

Durante toda a campanha, o prefeito Beto Preto sempre argumentou que, mesmo sem ser deputado, Arilson Chiorato havia garantido para Apucarana muitos recursos e obras. “Ele merecia uma expressiva votação dos apucaranenses, por mérito próprio e com o nosso reconhecimento”, comentou Beto Preto, que fez questão de agradecer o apoio dos eleitores e de todas as pessoas que colaboraram na campanha do Arilson.

“Depois de 32 anos, conforme havia dito anteriormente, Apucarana voltaria a ter deputado estadual e isso é muito importante para o futuro da cidade, tendo representatividade na Assembleia Legislativa e junto ao Governo do Estado”, avaliou Beto Preto.