Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Apucarana

Sanepar viabiliza saneamento básico para o “Solo Sagrado”

.

O prefeito Beto Preto lembra que o empreendimento prevê a concentração, numa mesma área, de CMEI, escola e a UBS (Foto: Profeta)
O prefeito Beto Preto lembra que o empreendimento prevê a concentração, numa mesma área, de CMEI, escola e a UBS (Foto: Profeta)

Os futuros moradores do Residencial Solo Sagrado, conjunto com 500 moradias em construção nas imediações do Clube de Campo Água Azul, vão encontrar um bairro dotado de toda a infraestrutura urbana. Além do asfalto e iluminação pública, a Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) segue com obras da construção da rede de distribuição de água e de coleta de esgoto. “São intervenções de saneamento básico importantes e complexas, solicitadas pelo prefeito Beto Preto, que vão resultar em uma melhor qualidade de vida de todos os futuros mutuários”, frisa Luiz Carlos Jacovassi, gerente Regional da Sanepar em Apucarana.

Os investimentos da estatal envolvem a construção de um poço com capacidade de captação de 90 metros cúbicos de água por hora e um reservatório para 400 mil litros (400 metros cúbicos). “Também viabilizamos um poço provisório com capacidade para 20 metros cúbicos/hora, que está apto a atender o bairro caso fosse entregue hoje, por exemplo”, destaca Jacovassi. No que tange o tratamento do esgoto, ele explica que está sendo construída uma grande elevatória. “Todo o que for coletado pela rede será conduzido, em sistema de reversão, para a estação de tratamento de esgoto (ETE) do Biguaçu”, explica o gerente da Sanepar.

Os moradores que forem selecionados para o residencial também vão encontrar outros equipamentos públicos à disposição. O prefeito Beto Preto lembra que o empreendimento prevê a concentração, numa mesma área, de CMEI, escola e a UBS. A construção da UBS já foi autorizada em agosto e prevê espaços para sala de espera, banheiros com acessibilidade, dois consultórios médicos, um odontológico, farmácia, sala de vacinas, sala de curativos, sala de procedimentos, sala de utilidades, sala a de reuniões, banheiro para funcionários, expurgo, despensa e copa, totalizando 232 metros quadrados de construção. A empresa vencedora da licitação, a Construtora Técnica Angra, de Mandaguari, tem prazo de 6 meses para a conclusão. A obra, no valor de R$399.636,95, será custeada com recursos próprios do município.

Solo Sagrado – A expectativa da Prefeitura de Apucarana é de que a empreiteira responsável pelo empreendimento finalize a construção das 500 casas ainda em 2018. A seleção das famílias vem sendo feita pelo Banco do Brasil, que é o agente financiador do projeto, que tem um aporte de R$ 30 milhões do Governo Federal, por meio do Programa Minha Casa Minha Vida. Um empreendimento para famílias com renda mensal de até R$ 1,6 mil, a execução está a cargo da Construtora Prestes, da cidade de Castro (PR). Cada unidade terá 40 metros quadrados, ao custo de R$ 65 mil.

 

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Apucarana

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber