Apucarana

Câmara de Vereadores de Apucarana aprova seis projetos de lei em sessão ordinária

Da Redação ·
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Presidida pelo vereador Franciley Preto Godoi, o Poim, foi realizada na tarde desta segunda-feira (10/09), a 27ª Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Apucarana. Em pauta foram discutidos e votados seis Projetos de Lei e dois Requerimentos. 

continua após publicidade

“A sessão transcorreu dentro da normalidade, com a presença de nove dos onze vereadores. O presidente Mauro Bertoli cumpriu, nesta segunda-feira, uma extensa agenda em Curitiba. Na sessão discutimos e votamos cinco Projetos em redação final e um projeto em segunda discussão”, detalhou Poim.

Entre os projetos aprovados, está o PL nº 99/2018, de autoria do vereador Luciano Augusto Molina, que dispõe sobre a implantação da campanha socioeducativa permanente, destinada a desestimular a prática de dar esmolas, promover a conscientização da população sobre os malefícios ocasionados por esta prática. Molina reforçou que o projeto conscientiza a população a não dar esmolas e sim encaminhar os pedintes à Ação Social.

continua após publicidade

REQUERIMENTO

Ainda na sessão a Câmara aprovou o Requerimento nº 73/2018,  de autoria do vereador Marcos da Vila Reis, que pede informações ao escritório regional do DER sobre a previsão para a liberação das entradas individuais para as empresas instaladas no Parque Industrial Zona Sul, na região do 30º B I Mec. O requerimento de autoria do vereador Rodolfo Mota, foi rejeitado.

SESSÃO ORDINÁRIA

continua após publicidade

Ao finalizar a sessão, o presidente Poim convocou os vereadores para a próxima sessão ordinária que será realizada na segunda-feira (17/09), às 16 horas.

SESSÃO SOLENE

A Câmara Municipal de Apucarana entrega nesta quinta-feira (13/09), às 19h30, o Diploma de Méritos em Tarefas Comunitárias ao Lar São Vicente de Paulo, pelos 50 anos de relevantes serviços prestados à comunidade apucaranense.  A honraria foi proposta pela vereadora Márcia Regina da Silva Sousa e a Lei nº 23/2018 sancionada pelo prefeito Beto Preto. A entidade encontra-se cadastrada no Conselho Nacional de Assistência Social, no Conselho Municipal de Assistência Social e no Conselho Municipal do Idoso.