Apucarana

Entenda como a região onde a uva é cultivada influencia no sabor do vinho

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Entenda como a região onde a uva é cultivada influencia no sabor do vinho
Entenda como a região onde a uva é cultivada influencia no sabor do vinho

O universo dos vinhos surpreende pela variedade de cores, aromas e sabores. E, segundo especialistas, esses fatores são determinados pela região onde a uva é cultivada. De acordo com o sommelier e wine educador, William Máximo, de Londrina, a uva não se adapta em todos os locais, pois necessita de regiões que favoreçam o cultivo da casta. Por exemplo, a uva branca Sauvignon Blanc não se adapta em todo o tipo de região, ela expressa melhor as suas características em regiões com clima mais ameno, que ajuda a preservar a acidez característica da fruta.

continua após publicidade
Entenda como a região onde a uva é cultivada influencia no sabor do vinho fonte: Reprodução

“Os fatores que influenciam no resultado final de um vinho são todos os que estão definidos dentro da expressão 'terroir', palavra francesa que não possui tradução literal para o português, mas que define todos os fatores que influenciam a viniviticultura, como solo, clima, posicionamento geográfico do local, relevo, manejo do solo, uva cultivada e processos realizados na cantina para produzir o vinho. Assim 'terroir' é um conjunto de fatores naturais e humanos que definem o estilo e a qualidade do vinho”, explica o sommelier.

Vinhos da mesma região, com sabores distintos
Máximo explica que a região pode ser formada por solos diferentes, o que implica diretamente na distinção de aromas e sabores dos vinhos produzidos. Além disso, fatores climáticos, como temperatura e umidade podem ser decisivos no resultado final do vinho.

“A altitude é outro fator que pode proporcionar efeitos moderadores na temperatura. Existe uma regra que define que a cada 100 metros de altitude a temperatura do local diminui em 0,6°C. Além disso a altitude e a inclinação em que os vinhedos são plantados, melhoram a exposição solar da videira o que contribui para a fotossíntese e maturação dos cachos de uva”, diz Máximo. 

continua após publicidade
Entenda como a região onde a uva é cultivada influencia no sabor do vinho fonte: Reprodução

De acordo com ele,  vinhos produzidos de uvas cultivadas em regiões mais elevadas são beneficiados por uma amplitude térmica maior, com noites mais frias que em regiões mais baixas. Além disso, as uvas plantadas em altitude apresentam uma maturação fenólica maior com mais taninos que irão proporcionar uma maior estrutura ao vinho. "Na boca estes vinhos tendem a ser mais macios. Mas sempre é importante salientar que essa não é uma regra absoluta", destaca.

Solo e o sabor
O sommelier Alessandro Teixeira de Souza, de São Paulo, explica que o solo fornece principalmente os nutrientes e a água para o desenvolvimento da planta e seu fruto. Todos os elementos que formam os diferentes tipos de solo e diferenciam as regiões vitivinícolas no mundo estão inter-relacionados entre si.

“Um exemplo são os solos argilo-calcário que tem uma retenção de água da argila e frescor característico. Resultam em vinhos mais elegantes e delicados”, comenta. 

Entenda como a região onde a uva é cultivada influencia no sabor do vinho fonte: Reprodução

Souza ressalta que a argila contribui com o corpo e a argila com a finese. O solo arenoso contribui com boa drenagem, retém calor e contribui com boa resistência as pragas. Já o solo calcário possui excelente drenagem e também aumenta o teor de acidez das uvas. Solos rochosos facilitam a drenagem de água sobre o solo e retém calor geralmente resultam em vinhos mais encorpados.

continua após publicidade

O segredo para uma boa safra
A uma série de fatores determinam uma boa qualidade para a uva, com destaque para o plantio e manejo do campo. O posicionamento do vinhedo, tipo de condução da videira, irrigação e solo. "Geralmente quando todos esses fatores estão em perfeita harmonia se resulta em grandes vinhos e safras fantásticas", afirma Souza.   

Entenda como a região onde a uva é cultivada influencia no sabor do vinho fonte: Reprodução

Queijos e Vinhos no Country de Apucarana
No dia 14 de julho o Country Club de Apucarana realiza o tradicional jantar de Queijos e Vinhos. E para te ajudar a entender mais sobre este universo gastronômico o TNOnline convidou especialistas para dar dicar sobre harmonização além de técnicas de degustação.

Jantar 
Neste ano, o evento contará com um cardápio de dar água na boca, com animação da Banda Inox.

continua após publicidade

Confira o menu. 
Entradas
Estação de queijos, frios e antepastos. Para a noite toda
Queijos:
- Gruyer e gorgonzola.
- Queijo Estepe e Golda.
- Queijo brie com damasco e amêndoas.
- Queijo coalho grelhado com mel de cana.
- Queijo de bufala a capresse.
- Queijo bolinha e provolone na tina com azeitonas.
- Queijo parmesão.
- Queijo frescal com pimenta.
- Fund de queijo com pão Italiano.
- Charutinhos de queijo com rúcula.
- Tina com brusqueta, pão de queijo e crostatas.
- Disco gg com (salames, chester, copa e lombo canadense) decorado com frutas frescas.
- Presunto parma com figo.
- Carpaccio em balsamo de alcaparras.
- Croissant recheados.
- Barquetes de frango.
- Palmito, aspargo e alcachofra no vinagrete.
- Salada Italiana com bacalhau.
- Tina com uvas.
- Cerejas ao licor.
- Favos de mel

Prato quente:
2 tipos de Risoto 

Sobremesa:
2 tipos de sobremesas 
Alvorada:
Sopa de agnoline com crótons.
Ingresso: Segundo lote a R$ 175. 
Clique aqui para comprar.

Tags relacionadas: #Apucarana #gastronomia #jantar