Facebook Img Logo
Mais lidas
Apucarana

Câmara cobra construção de Cense e penitenciária em Apucarana

.

A Câmara de Apucarana aprovou nesta segunda-feira, em sessão ordinária, dois requerimentos de autoria do vereador Luciano Augusto Molina (Rede) relacionados à área de segurança pública. Um endereçado à Secretaria de Estado da Família e Desenvolvimento Social cobrando a instalação do Centro de Socioeducação (Cense) destinado a menores infratores. Outro requerimento pede à Secretaria de Estado da Segurança Pública, através do Departamento Penitenciário (Depen), a construção de uma penitenciária ou um CDR (Centro de Detenção e Ressocialização) para abrigar aqueles que já estão condenados.

Molina observou que a instalação de um Cense em Apucarana é uma luta sua e demais vereadores que já dura quase seis anos, ou seja, desde o início da Legislatura passada. Ele assinala que houve uma promessa da primeira-dama do Estado e então secretaria de Ação Social, Fernanda Richa, de que a unidade seria construída em Apucarana. “No entanto, até hoje este projeto do Cense não saiu do papel, continua parado, apesar de haver R$ 10 milhões disponíveis para isso, conforme informou o próprio governo do Estado”, afirma Molina.

Segundo Molina, quem sabe agora, com a governadora Cida Borghetti (PP), este projeto possa ser desengavetado. “Todos nós vereadores temos que abraçar esta questão e insistir na instalação deste Cense”, apela.

Quanto à penitenciária ou um CDR, Molina justifica que o mini presídio de Apucarana está superlotado, abrigando cerca de 300 detentos onde há espaço para apenas 80. “Este mini presídio é um verdadeiro barril de pólvora, não é possível aceitar esta situação”, diz ele, lembrando que mais da metade dos presos já deveria estar cumprindo pena em penitenciárias.

Ambas as propostas de Molina foram aceitas pela unanimidade dos vereadores. “Mais cedo ou mais tarde vai acontecer algo mais grave neste mini presídio”, alertou o vereador Gentil Pereira (PV).

Para o vereador Marcos da Vila Reis (PSD), a superlotação no mini presídio de Apucarana não é nem questão de segurança, é uma questão humanitária, uma vez que os presos não podem viver nas condições precárias como estão. “Sou a favor da construção de uma penitenciária, embora no passado entidades se levantaram contra”, lembrou o vereador Lucas Leugi (Rede). Para Molina, no entanto, quem foi contra no passado hoje já não tem a mesma opinião.

Na sessão ordinária a Câmara aprovou ainda mais cinco requerimentos de autoria dos vereadores. Três com pedidos de informações ao Executivo sobre diferentes assuntos e dois endereçados à concessionária Rodonorte e à Copel.

Ainda durante a sessão, vereadores com Marcos da Vila Reis e Lucas Leugi reclamaram da constante falta de água em vários bairros da cidade. Eles pedem à Sanepar que procure resolver este problema, uma vez que há muita reclamação de moradores. “Os cidadãos pagam pela tarifa de água, porém não estão tendo a contrapartida de serviços por parte da Sanepar”, afirma Leugi.

 

 

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

mais notícias

Últimas de Apucarana

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber