Facebook Img Logo
Mais lidas
Apucarana

Beto Preto assina ordem de serviço da 1ª etapa do Parque Industrial da Juruba

.

Principal projeto dentro da política de expansão industrial da atual gestão municipal, o prefeito Beto Preto assinou na tarde desta sexta-feira (11), em ato oficial no gabinete municipal, a ordem de serviço autorizando a empresa vencedora da licitação para dar inicio às obras de pavimentação asfáltica, meio-fio e galerias pluviais do Parque Industrial da Juruba. A primeira etapa do empreendimento, projetado para 237 lotes com metragens entre mil e dois mil metros quadrados, consiste na liberação de 31 lotes.

A empresa Romo Pavimentadora Ltda foi à vendedora do processo licitatório e terá 180 dias para conclusão da obra.  O investimento para esta fase inicial é de R$ 535.623,98 mil com recursos do próprio município. Já a estimativa da prefeitura para a estruturação completa do parque – que será feita em quatro etapas – é de que serão necessários cerca de R$10 milhões.

Serão feitos aproximadamente oitocentos metros lineares de pavimentação, meio-fio e galerias em três ruas inicialmente. As ruas terão entre 12 e 15 metros para manobras de caminhões e carretas, além de rotatórias e calçadas.

“Este parque industrial vai impulsionar ainda mais o potencial econômico de Apucarana e, consequentemente, a geração de emprego e renda para nossas famílias”, disse o prefeito Beto Preto. “Ao contrário do que ocorreu em um passado recente, a cidade conta hoje com o trabalho de uma gestão que não quer atrapalhar a vida dos empresários, e sim criar condições favoráveis e juntar forças para que Apucarana se desenvolva ainda mais”, destacou o prefeito.

Conforme avaliou Beto Preto, tem sido gratificante planejar realizar investimentos para Apucarana, aplicando o dinheiro público com responsabilidade e na certeza de obter resultados positivos. “Vamos priorizar estes lotes para empresas de pequeno e médio porte, por que são as que efetivamente movem a economia”, anunciou o prefeito.   

Foto: Divulgação

Estrutura de “cidade industrial”

O Parque Industrial da Juruba será construído no conceito de Cidade Industrial e está sendo implantado em um terreno de 23 alqueires junto à BR-376, na região Sul de Apucarana, saída para Curitiba. Com área total de 556 mil metros quadrados, o terreno fazia parte da antiga Fazenda Juruba. “A prefeitura adquiriu esse terreno por R$ 1 milhão, mas o seu valor comercial é superior a R$ 4 milhões”, informou o prefeito.

O evento contou com a participação de empresários e vereadores, que parabenizaram a gestão pelo projeto. O empresário Armando Boscardin afirmou que “o maior trabalho social que uma autoridade pode fazer é oferecer emprego, simplesmente doar não leva nada a ninguém. Gerar emprego é um trabalho social permanente. Apoiar e atrair indústrias também aumenta a arrecadação e contribui para a prefeitura executar as obras que Apucarana necessita. Parabéns ao prefeito Beto Preto e sua equipe pelo projeto deste novo parque industrial”, declarou Boscardin.

O presidente da Acia, Jayme Leonel, cumprimentou o prefeito Beto Preto pelo novo parque industrial que começa a ser estruturado. “Todo investimento na industrialização é relevante, pois a melhor ação do poder público na área social é a geração de emprego e renda”, destacou Leonel, elogiando a localização estratégica do Parque da Juruba, na saída para Curitiba.

A presidente do Sivale, Elisabete Ardigo, agradeceu, em nome do empresariado de Apucarana, a conquista do novo parque industrial na região Sul da cidade. “Se instalar num parque com esta estrutura é um sonho para os empreendedores, considerando toda a estrutura pronta e o conceito de cidade industrial”, avaliou Elisabete, acrescentando que os funcionários da sua empresa têm elogiado a prefeitura pela qualidade das escolas e creches de Apucarana.

O vice-prefeito Junior da Femac enalteceu os investimentos que a gestão realizou com o novo Plano Diretor, que impulsionou a verticalização na construção civil, a formalização de cerca de quatrocentas pequenas empresas, e agora com o início da estruturação do Parque da Juruba,c om o conceito de “Cidade Industrial”.

O secretário da fazenda, Marcello Machado, anunciou a formalização de um contrato com a Agência Paraná Desenvolvimento, estabelecendo diretrizes e estratégias para impulsionar o setor industrial. “A Apucarana do passado ficou para trás, nós trabalhamos compromissados com o futuro, mesmo com os obstáculos – dívidas e precatórios - deixados pelas gestões anteriores”, ponderou Machado.    

Além de secretários municipais, empresários e dos vereadores Lucas Leugi, José Airton “Deco” de Araújo, Francisley “Poim” Godoi, Antônio Marques da Silva (Marcos da Vila Reis) e Márcia Sousa, a solenidade contou com a presença de representantes da Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Apucarana (ACIA), na pessoa do seu presidente, Jayme Leonel; de Elisabete Ardigo, presidente do Sindicato das Indústrias do Vestuário de Apucarana e Vale do Ivaí (Sivale); de Adam Lenharo, presidente da Associação dos Empresários do Contorno Sul de Apucarana; e dos empresários Aldevino da Cruz Marques (Val) e Sebastião Fante. Também participaram representantes das empresas Isaías A. Oliveira Confecção, Padova Indústria e comércio de EPIS, Indústria e Comércio de Alimentos Caldani Ltda, Rhinosize Confecções Ltda e Ramos Indústria e Comércio de Confecções.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas de Apucarana

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber