Facebook Img Logo
Mais lidas
Apucarana

"Igreja não pode se calar diante dos altos números de suicídio", afirma padre Carrara

.

Monsenhor Roberto Carrara. (Foto - arquivo)
Monsenhor Roberto Carrara. (Foto - arquivo)

Na missa realizada na Catedral Nossa Senhora de Lourdes no último domingo (06), o padre Roberto Carrara afirmou que a igreja não pode se calar diante dos altos números de suicídio cometidos em Apucarana e região. Na ocasião, o padre alertou os fiéis sobre a importância de falar sobre o assunto para evitar que mais casos aconteçam.

Em entrevista ao TNOnline, o padre ratificou o que havia dito. Ele também explicou que hoje o suicídio precisa ser encarado de forma diferente de como era julgado a tempos atrás. 

“A Igreja ensina que o suicídio é um pecado grave e que devemos cuidar do nosso corpo e da nossa vida. Mas para cometer um pecado grave é preciso que tenhamos consciência, no entanto, na maioria dos casos, o suicídio vem de um desequilíbrio emocional e mental, fazendo com que a pessoa busque a solução mais rápida e mais fácil. Por isso, nesse cenário atual não consideramos mais um pecado mortal.”

Carrara ressaltou que as pessoas precisam confiar em si mesmas e trabalhar a própria mente. “Alimentar apenas pensamentos positivos, de projetos e expectativas futuras. Isso funciona como uma ajuda para que a pessoa saia desse estado deprimente.”

Ainda segundo ele, a igreja está aberta para ouvir e orientar a todos. “Os padres estão aqui para isso, e temos inclusive psicólogos que estão aqui conosco, e oferecem um serviço gratuito aos mais carentes.”, afirma. 

“Deus age através de nós, Deus está presente e temos que estar disponíveis as pessoas necessitadas”, finalizou.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

mais notícias

Últimas de Apucarana

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber