Facebook Img Logo
Mais lidas
Apucarana

Apucarana registra redução nos índices de criminalidade

.

Major Marcos Faccio, prefeito Beto Preto e capitão Vilson: segurança pública em foco - FOTO - REPRODUÇÃO/TN
Major Marcos Faccio, prefeito Beto Preto e capitão Vilson: segurança pública em foco - FOTO - REPRODUÇÃO/TN

Redução dos crimes contra o patrimônio e aumento no número de apreensões de drogas. Esses são os principais pontos apresentados pela Polícia Militar (PM) de Apucarana no balanço de 2017. Um dos principais motivos da queda é o combate ao tráfico de drogas, que avançou significativamente. Os números foi apresentados na última anteontem ao prefeito Beto Preto (PSD).

Os dados foram fornecidos pelo 10º Batalhão de Polícia Militar (BPM) de Apucarana. Todos os crimes contra o patrimônio reduziram no comparativo com 2016. Os casos de furtos lideraram a queda, foram 24% menores ano passado, quando foram registrados 2.099, contra 2.766 em 2016. A cidade também registrou diminuição nos roubos: foram 537 em 2017, contra 653 no ano anterior, resultando em uma queda de 18%. Furtos de veículos caíram 11%, passando de 252 para 224. Já os roubos de veículos tiveram queda de 13%, indo de 83 para 72.

O capitão Vilson Laurentino da Silva, relações públicas do 10º BPM, afirma que os avanços são significativos. “Os dados mostram um importante avanço no combate à criminalidade no município de Apucarana, graças ao trabalho e dedicação de todos os policiais militares do 10º BPM, que estão trabalhando muito para melhorar a qualidade de vida da população. A dedicação de toda tropa, aliada à utilização de ferramentas de análise criminal, é um dos principais fatores que contribuíram para a melhoria da sensação de segurança na cidade”.Ele ressalta o combate ao tráfico (ver box) como peça importante na redução dos índices. 

“Os crimes contra o patrimônio, como os furtos e roubos têm ligação direta com o tráfico de drogas. Por isso a importância do combate ao tráfico e uso de entorpecentes na cidade é ainda maior”, analisa.

Elogios do prefeito
A atuação do 10º BPM de Apucarana foi elogiada pelo prefeito Beto Preto (PSD), que na última sexta-feira (5) recebeu o major Marcos Facio e o capitão Vilson Laurentino da Silva. Eles entregaram o relatório oficial do 10º BPM, contendo todas as estatísticas do trabalho da PM, bem como os comparativos com o ano de 2016.

“Os números são bastante positivos, mostrando um vigoroso enfrentamento ao tráfico e o consumo de drogas em Apucarana”, avaliou o prefeito, acrescentando que neste último quesito a PM tem atuado com tolerância zero.Qualquer cidadão pode denunciar crimes através dos telefones 0800 643 1161 e 181.

Combate ao tráfico é intensificado
No comparativo com o ano anterior, as prisões envolvendo a comercialização de entorpecentes aumentaram 82%. Foram realizadas 299 prisões por tráfico de drogas, contra 164 prisões no ano anterior.As apreensões de entorpecentes também cresceram. A cocaína teve maior aumento: 1.807%, passando de 630 gramas em 2016 para 12,13 quilos em 2017. 

O aumento do ecstasy também foi significativo, chegando a 1.240%, ou mais de 13 vezes acima do volume apreendido no ano anterior. Foram 235 comprimidos encontrados pela PM em 2017, contra 26 em 2016.A apreensão de maconha saltou 219%, indo de 50,26 quilos para 160,56 quilos. Já a de crack aumentou 176%, de 760 gramas para 2,1 quilos. As apreensões de LSD também cresceram, chegando a 192 pontos no ano passado, contra 127 em 2016, resultando em alta de 51%.

De acordo com o capitão Vilson Laurentino da Silva, a estratégia do comando de combater os pequenos delitos, como uso e posse de entorpecentes, tem dado o resultado esperado. Segundo ele, o combate ao tráfico de drogas acaba se refletindo em outros crimes. 

“Além de ter havido um aumento significativo nas prisões por tráfico de drogas, é importante destacar ainda o aumento das apreensões de drogas sintéticas. Com a intensificação de operações chamadas de ‘Tolerância Zero’, a tendência é a diminuição de outros crimes, como os crimes contra o patrimônio”, destaca.

Fonte:Tribuna do Norte - Diário do Paraná

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

mais notícias

Últimas de Apucarana

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber